Renato Borghetti

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Renato Borghetti
Renatoborghetti2006.jpg
Renato Borghetti durante espetáculo em 18 de setembro de 2006.
Informação geral
Nome completo Renato Borghetti
Nascimento 23 de julho de 1963 (55 anos)
Origem Porto Alegre, RS
País  Brasil
Gênero(s) música nativista
música instrumental
Instrumento(s) Gaita-ponto,acordeão e harmônica
Página oficial www.renatoborghetti.com.br

Renato Borghetti, mais conhecido como Borghettinho (Porto Alegre, 23 de julho de 1963) é um músico instrumentista e acordeonista brasileiro. Toca gaita-ponto.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Renato Borghetti começou na música aos dez anos de idade, tocando uma gaita-ponto que ganhou do pai em Barra do Ribeiro.

Em pouco tempo já era atração no Centro de Tradições Gaúchas comandado por seu pai e, aos 16 anos, se apresentou pela primeira vez.

Seu primeiro disco, o Gaita-Ponto tornou-se o primeiro álbum de música instrumental brasileira a ganhar um disco da ouro, vendendo cem mil cópias.

Excursionou por todo o Brasil, e por diversos países da Europa, e fez uma temporada no S.O.B.’s, em Nova Iorque.

Em 1991 ganhou o prêmio disco do ano, na categoria regional, da Associação Paulista de Críticos de Arte.

Renato mescla folclore e modernidade em suas composições, tendo um estilo inconfundível. Tem mais de uma quinzena de discos gravados e dezenas de participações em gravações.

É torcedor do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, tendo tocado o Hino do Rio Grande do Sul na festa de abertura da Arena do Grêmio, em 8 de dezembro de 2012, juntamente com a Banda de Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil.

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 1984 - Gaita Ponto - RBS Discos
  • 1985 - Renato Borghetti - Som Livre
  • 1987 - Renato Borghetti - RCA Victor
  • 1988 - Esse tal de Borghettinho - RCA/BMG-Ariola
  • 1989 - Renato Borghetti - Chantecler/Continental
  • 1990 - O Melhor de Renato Borghetti - Som Livre
  • 1991 - Borghetti - Continental
  • 1992 - Pensa que Berimbau é Gaita? - RBS Discos
  • 1993 - Renato Borghetti - RGE
  • 1993 - Instrumental no CCBB (com Hermeto Paschoal) - RGE
  • 1994 - Accordionist - Prestige Records
  • 1995 - As 20 Melhores de Renato Borghetti - RGE
  • 1996 - Gaúcho - RGE
  • 1998 - Gauderiando - RGE
  • 1999 - Ao Ritmo de Tio Bilia - RBS Discos/Som Livre
  • 2001 - Paixão no Peito
  • 2002 - Ao Vivo em Viena
  • 2002 - Umberto Petrin & Renato Borghetti - Reunião
  • 2002 - SESC São Paulo - A Música Brasileira Deste Século Por Seus Autores e Intérpretes
  • 2005 - Gaitapontocom
  • 2005 - Gaúchos (Quinton Recorde Viena)
  • 2007 - Fandango
  • 2011 - Andanças - Live in Brussels
  • 2016 - Gaita na Fábrica

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Grammy Latino[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Indicação Resultado
2005 Melhor Álbum de Música Regional ou de Raizes Brasileiras Gaitapontocom Indicado
2008 Melhor Álbum de Música Regional ou de Raizes Brasileiras Fandango! Indicado

Prêmio Açorianos[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Indicação Resultado
1998[1] Disco de Música Regional Gauderiando[2] Venceu
2000[3] Disco de Música Regional Ao Ritmo de Tio Bilia Indicado
2001[4] Instrumentista de Música Regional Renato Borghetti Indicado
Disco Instrumental Paixão no Peito Indicado
2007[5] Instrumentista de Música Instrumental Renato Borghetti Venceu
Disco de Música Instrumental Fandango! Venceu
DVD do Ano Fandango! Venceu
2012[6] DVD do Ano Quarteto Europa Venceu
2017[7] DVD do Ano Gaita na Fábrica Venceu
Instrumentista de Música Regional[8] Renato Borghetti Indicado
Disco de Música Regional Gaita na Fábrica Indicado

Referências

  1. Prefeitura Municipal de Porto Alegre. «Vencedores do Prêmio Açorianos de Música - 1998». Consultado em 17 de abril de 2018 
  2. Correio do Povo (26 de março de 1999). «Açorianos de Música premia destaques de 98». Consultado em 17 de abril de 2018 
  3. Prefeitura Municipal de Porto Alegre. «Indicados ao Prêmio Açorianos de Música - 2000». Consultado em 18 de abril de 2018 
  4. Prefeitura Municipal de Porto Alegre. «Indicados ao Prêmio Açorianos de Música - 2001». Consultado em 18 de abril de 2018 
  5. Prefeitura Municipal de Porto Alegre. «Vencedores do Prêmio Açorianos de Música - 2007». Consultado em 2 de maio de 2018 
  6. Prefeitura Municipal de Porto Alegre (26 de junho de 2013). «Açorianos premia os destaques da música popular gaúcha». Consultado em 7 de maio de 2018 
  7. ABRAMUS. «Prêmio Açorianos 2017: Filiados da Abramus são premiados em 15 categorias». Consultado em 16 de abril de 2018 
  8. Prefeitura Municipal de Porto Alegre (21 de fevereiro de 2018). «Prêmio Açorianos de Música anuncia lista de indicados». Consultado em 8 de maio de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]