Prêmio Açorianos de 2017

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

As cerimônias de entrega do Prêmio Açorianos de 2017 ocorreram em Porto Alegre entre 20 e 25 de março de 2018, premiando destaques das áreas de música, teatro, dança, literatura e artes plásticas. A veradora Marielle Franco foi homenageada durante a entrega dos prêmios aos melhores da dança[1].

Prêmio Açorianos de Artes Visuais 2017[editar | editar código-fonte]

  • Destaque em Artista: Natalia Schul
  • Destaque em Curadoria: Paula Ramos Paulo Gomes pela Exposição Zoravia Bettiol – O Lírico e o Onírico
  • Destaque em Exposição Individual: Entre o acervo e o eStúdio de Marilice Corona
  • Destaque em Exposição Coletiva: Salta d’água: dimensões críticas da paisagem, curadoria Diego Hasse e Eduardo Veras e exposição Boite à Dessin do ATELIER D43 Caju Galon, Kelvin Koubik e Teresa Poester
  • Destaque em Projeto de Difusão e Inovação: Performance PPPP- Programa Público de Performance Península
  • Destaque em Reflexão: Helena KanaanImpressões, acúmulos e rasgos: procedimentos litográficos e alguns desvios
  • Destaque em Memória: Exposição 4 Mulheres, 1 Centenário na Pinacoteca Ruben Berta
  • Destaque em Instituição: Pinacoteca Barão de Santo Ângelo
  • Destaque em Fomento: Goethe-Institut
  • Prêmio do Júri: Maria Amélia Bulhões
  • Prêmio de Reconhecimento: Léo Felipe
  • Prêmio Especial Jovem Curador concedido pelo Institut Français e Aliança Francesa: Charlene Cabral Pinheiro[2]

Prêmio Açorianos de Dança 2017[editar | editar código-fonte]

  • Espetáculo do Ano: Atma, de Carol Martins, Juliana Coutinho e Renata Ibis
  • Direção: Fernanda Bertoncello Boff - Pequenices: Mini Peça Viajante de Dança
  • Bailarino: Elias Junior - Retalhos
  • Bailarina: Letícia Paranhos - Sopros
  • Coreografia: Daniel Aires, Fellipe Resende, Richard Salles, Verônica Prokopp - Vicent
  • Cenografia: Natália Bandeira e Luís Cocolichio - Pequenices: Mini Peça Viajante de Dança
  • Iluminação: Mirco Zanini - Atma
  • Figurino: Luis Augusto Lacerda - O Feminino Sagrado: Um Olhar Descendente Da Mitologia Africana
  • Trilha Sonora: Jorge Peña e Duda Cunha - O Sentido se Sente com o Corpo
  • Produção: Carol Martins - Atma
  • Destaque em Balé: Rony Leal - Rony Leal: Les Grands Pas de Deux Classiques
  • Destaque em Sapateado: Gabriela Santos
  • Destaque em Flamenco: Ana Medeiros - Ay mi Amor! e Casino de Sevilla
  • Destaque em Dança do Ventre: Stars Belly Dance Brasil
  • Destaque em Danças Urbanas: Juan Chi - Scandal
  • Destaque em Dança Contemporânea: Diversos Corpos Dançantes/Carla Vendramin
  • Destaque em Jazz: POA Jazz
  • Destaque em Danças Folclóricas e Étnicas: 20ª Alma Cigana, Ritos, Cantos e Magia
  • Destaque em Dança de Salão: Dança para o Futuro
  • Destaque em Novas Mídias: Um olhar através de
  • Destaque em Projeto de Formação e Difusão em Dança: Oficina de Danças Urbanas[3]

Prêmio Açorianos de Literatura 2017[editar | editar código-fonte]

  • Infantil: Venturinha, o amigo do vento, de Luiz Coronel, Mecenas Editora e Projetos Culturais
  • Infanto-Juvenil: Jubarte, de Luís Dill, Editora do Brasil
  • Crônica: Um Lugar na Janela 2 – relatos de viagem, de Martha Medeiros, Editora L&PM
  • Conto: Não há amanhã, de Gustavo Melo Czekster, Editora Zouk
  • Poema: João e Maria – Dúplice coroa de sonetos fúnebres, de Leonardo Antunes, Editora Patuá
  • Narrativa Longa: Homens Elegantes, de Samir Machado de Machado, Editora Rocco
  • Ensaio de Literatura e Humanidades: As Marcas do Cárcere, de Leandro Ayres França, Alfredo Steffen Neto e Alysson Ramos Artuso, Editora IEA
  • Especial: A Força do Tempo – histórias de um repórter fotográfico brasileiro, de Ricardo Chaves (Kadão Chaves), Editora Libretos
  • Livro do Ano: João e Maria – Dúplice coroa de sonetos fúnebres, de Leonardo Antunes, Editora Patuá. Categoria Poema[4]

Prêmio Açorianos de Música 2017[editar | editar código-fonte]

MPB
Regional
Erudito
POP
Instrumental

Prêmio Açorianos de Teatro 2017[editar | editar código-fonte]

  • Atriz Revelação: Dani Reis por Vermelho Esperança
  • Ator Revelação: Lauro Fagundes por GRANDES bênçãos/daDIVAS preciosas
  • Diretor Revelação: Anita Coronel por Vermelho Esperança
  • Espetáculo Revelação + Prêmio RBS TV: Família Labdácidas
  • Cenografia: Rodrigo Shalako por Imobilhados
  • Figurino: Daniel Lion por Chapeuzinho Vermelho
  • Iluminação: Guto Grecca por Valsa #6
  • Trilha Sonora: Leonardo Machado, Priscilla Colombi e grupo por Fala do Silencio
  • Produção: grupo Máscara EnCena por Imobilhados
  • Dramaturgia: Luciano Mallamann por Ícaro
  • Atriz Coadjuvante: Ângela Spiazzi por Bernarda
  • Ator coadjuvante: Henrique Gonçalves por Chapeuzinho Vermelho
  • Atriz: Denizeli Cardoso por Nas Sombras do Coração
  • Ator: Andrew Tassinari por Prata Paraíso
  • Direção: Liane Venturella por Imobilhados
  • Espetáculo + Prêmio RBS TV: Prata Paraíso [6]

Referências

  1. Açorianos premia os melhores da música, do teatro, da dança, das artes visuais e da literatura em Porto Alegre. G1, 26 de março de 2018
  2. Anunciados vencedores do Açorianos de Artes Visuais. Prefeitura de Porto Alegre, 25 de março de 2018
  3. Açorianos premia os melhores da dança. Prefeitura de Porto Alegre, 26 de março de 2018
  4. Noite do Livro apresenta vencedores do Açorianos de Literatura. Prefeitura de Porto Alegre, 28 de março de 2018
  5. Açorianos divulga os melhores da música em 2017. Prefeitura de Porto Alegre, 21 de março de 2018
  6. Açorianos de Artes Cênicas e Tibicuera divulga vencedores. Prefeitura de Porto Alegre, 25 de março de 2018