Clisura

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Kleisoura)
Ir para: navegação, pesquisa

Clisura[1] (em grego: κλεισούρα; transl.: Kleisoura, "gabinete, desfiladeiro"; plural kleisourai) era um termo usado no Império Bizantino para designar uma passagem de montanha fortificada e o distrito militar que a guarnecia. No final do século VII passou a designar distritos fronteiriços mais extensos, principalmente na fronteira oriental do Império com os Califados Omíada e Abássida, ao longo da linha das montanhas do Tauro e Antitauro. A ocidente, só Estrimão foi inicialmente chamado clisura.[2] [3]

Um clisura ou clisurarquia (kleisourarchia) era um comando autónomo, menor que um tema, comandado por um clisurarca (em grego: κλεισουράρχης; transl.: kleisourarches). A maioria dos clisuras acabaram por ser promovidos aos temas e o termo caiu em desuso a partir do século X. No final da era bizantina, o termo drungo tinha um significado similar. O equivalente dos clisuras nos territórios muçulmanos da Cilícia e da Mesopotâmia eram os al-'Awasim.[2] [3]

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. Ostrogorsky, E. (1984). Historia del Estado Bizantino Ediciones AKAL [S.l.] p. 214. ISBN 8473396901. 
  2. a b Glykatzi-Ahrweiler, Hélène. (1960). "Recherches sur l'administration de l'empire byzantin aux IX-XIème siècles" (em French). Bulletin de correspondance hellénique 84 p. 1–111. DOI:10.3406/bch.1960.1551.
  3. a b Kazhdan, Alexander Petrovich (1991). The Oxford Dictionary of Byzantium (New York, New York and Oxford, United Kingdom: Oxford University Press). p. 1132. ISBN 978-0-19-504652-6. 
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.