Knock Knock

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Knock Knock
 Estados Unidos
1940 •  cor •  7 min 
Direção Walter Lantz
(não-creditado)[1]
Produção Walter Lantz
História Ben Hardaway
L.E. Elliott
Música Frank Marsales
Companhia(s) produtora(s) Walter Lantz Productions
Distribuição Universal Pictures
Cronologia
Último
Último
Crazy House (1940)
Mouse Trappers (1941)
Próximo
Próximo
Página no IMDb (em inglês)

Knock Knock (Pica-Pau Ataca Novamente, em português) é um filme de curta-metragem de animação estadunidense, sendo o 5º da série Andy Panda.[2] Este desenho é marcado pela primeira aparição do mais famoso personagem criado por Walter Lantz: o Pica-Pau.[3] Foi produzido por Walter Lantz Productions, distribuído pela Universal Pictures e estreou nos cinemas dos Estados Unidos em 25 de novembro de 1940.[3] [4]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Andy Panda e seu pai, o Sr. Panda, estavam sossegados e tranqüilos em casa, até que são perturbados pelo Pica-Pau, que estava picando e fazendo buracos no telhado da casa deles, perturbando os dois pandas, aparentemente só para se divertir. Papa Panda tenta capturar o pássaro, mas todas as suas tentativas fracassam.

Após vários fracassos de seu pai, Andy Panda tenta capturar o Pica-Pau colocando sal no rabo dele, para comprovar se isso é realmente possível. Para a surpresa do Pica-Pau, Andy Panda consegue capturá-lo com o sal, e este começa à desesperar-se, gritando e pedindo socorro.

Neste momento, aparecem dois pica-paus vestidos de enfermeiros, dizendo à Papa Panda que aquele pica-pau que estava perturbando eles era louco, e que havia fugido do hospício. Porém, para a surpresa de Papa Panda, os dois pica-paus que trabalham no hospício também são birutas, finalizando o desenho com um dos pica-paus batendo na cabeça de Papa Panda com uma maleta.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Dublagem[editar | editar código-fonte]

Dubladores originais[editar | editar código-fonte]

Dubladores brasileiros[editar | editar código-fonte]

Notas de produção[editar | editar código-fonte]

Assim como a maioria dos curta-metragens de Walter Lantz feitos nos anos 1940, Knock Knock não possui o nome do diretor nos créditos finais. Entretanto, Lantz afirmou que ele mesmo havia dirigido este desenho.[carece de fontes?] A animação de Knock Knock foi feita por Alex Lovy e Frank Tipper, a história por Ben Hardaway e Lowell Elliott e a música por Frank Marsales. Esta foi a última vez em que Marsales providencia a música para um desenho animado de Lantz.[3]

Knock Knock é marcado pela primeira aparição do mais famoso personagem criado por Walter Lantz Lantz: o Pica-Pau. Sendo assim, é também o primeiro curta-metragem de Lantz à utilizar a famosa risada do Pica-Pau, criada pelo dublador Mel Blanc, o qual veio aperfeiçoando a risada desde o tempo do colegial.[5] Antes da criação do Pica-Pau, Blanc já havia utilizado essa risada no coelho Happy Rabbit, da Warner Bros (que mais tarde evoluiu para o Pernalonga).[6]

Inicialmente, quando Walter Lantz apresentou o desenho Knock Knock à Bernie Kreisler, chefe do departamento de curta-metragens da Universal Studios, ele o rejeitou, dizendo que o Pica-Pau era a coisa mais feia que já tinha visto.[7] Porém, Lantz insistiu para que distribuissem o desenho, dizendo que estava apostando tudo no personagem. A Universal atendeu aos seus pedidos, e distribuiu o desenho Knock Knock que, para a surpresa de Kreisler, foi um sucesso estrondoso. Então, Kreisler pediu à Lantz novos desenhos do Pica-Pau, como se nada tivesse acontecido.[7]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Como já dito, Knock Knock foi um grande sucesso nos cinemas.[7] Devido à boa recepção do público, Lantz percebeu que possuia um bom personagem para substituir o Coelho Osvaldo, o qual estava em declínio. Com isso, o Pica-Pau passou estrelar sua própria série de filmes de curta-metragem de animação, e tornou-se o personagem mais popular da Universal Studios.

Censura[editar | editar código-fonte]

Quando este desenho é exibido na televisão, as emissoras de TV sempre "cortam" o final do desenho, bem na hora em que os dois pica-paus que trabalham no hospício aparecem para levar o Pica-Pau embora.[8] Esta censura ocorreu em vários países do mundo, incluindo o Brasil. Por causa disso, a dublagem em português deste desenho nunca foi concluída, e por isso, no final, os personagens aparecem falando em inglês.[1]

Devido a este problema na dublagem brasileira, Knock Knock não foi incluído nos DVDs do Pica-Pau lançados no Brasil.[9]

Referências

  1. a b c (em inglês)Needham, Col. "Full cast and crew for Knock Knock". Internet Movie Database. Acessado em 3 de dezembro de 2008.
  2. (em inglês)Dave Koch. "Andy Panda". Big Cartoon DataBase. Acessado em 3 de dezembro de 2008.
  3. a b c (em inglês)Tatay, Jack, Komorowski, Thad, Shakarian, Pietro, e Cooke, Jon. "1940". The Walter Lantz Cartune Encyclopedia. Acessado em 17 de agosto de 2008.
  4. (em inglês)Needham, Col. "Release dates for Knock Knock". Internet Movie Database. Acessado em 3 de dezembro de 2008.
  5. (em inglês)Needham, Col. "Biography for Mel Blanc". Internet Movie Database. Acessado em 17 de agosto de 2008.
  6. (em português)"Pica-Pau ganha novos DVDs". Diário do Pará. Acessado em 15 de agosto de 2008.
  7. a b c (em inglês)Tatay, Jack, Komorowski, Thad, Shakarian, Pietro, e Cooke, Jon. "Cartune Profiles: Woody Woodpecker". The Walter Lantz Cartune Encyclopedia. Acessado em 3 de dezembro de 2008.
  8. (em inglês)Dave Koch. "Knock Knock Production Information". Big Cartoon DataBase. Acessado em 3 de dezembro de 2008.
  9. (em português)Pegoraro, Celbi. "Universal lança Pica-pau clássico em DVD". Animation-Animagic.com. Acessado em 17 de agosto de 2008.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]