Konspiration 58

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Konspiration 58
 Suécia
2002 •  cor-p&b •  28 min min 
Direção Johan Löfstedt
Produção Johan Löfstedt
Género mocumentário
Edição Johan Löfstedt
Companhia(s) produtora(s) Sveriges Television
Lançamento 28 de maio de 2002
Página no IMDb (em inglês)

Konspiration 58 é um mocumentário sueco de 2002 sobre a Copa do Mundo FIFA de 1958, realizada na Suécia.[1]

A trama do filme é que a Copa de 58 não aconteceu, mas foi fingida e existe apenas como cobertura forjada de televisão e rádio em uma conspiração entre a televisão americana e sueca, a CIA e a Fifa como parte da Guerra Fria. No filme, diz-se que a Suécia não dispunha dos recursos econômicos e/ou técnicos necessários para acolher um evento de tal magnitude. A trama alega que o motivo americano para forjar a Copa foi testar a eficácia da propaganda televisiva.[1] Quando o filme originalmente foi ao ar, o público não foi informado antecipadamente que era um mocumentário, dando a impressão de que a Konspiration 58 de fato existiu.

O Filme[editar | editar código-fonte]

No filme, o historiador sueco Bror Jacques de Wærn tenta provar que a Copa de 58 não aconteceu de verdade na Suécia, como todo mundo pensava, mas foi uma série de jogos disputados para inglês ver, em Los Angeles, na Califórnia. A razão que teria levado os jogos a serem disputados nos EUA seria porque os americanos queriam saber o poder de influência da televisão nas pessoas. Para comprovar sua pesquisa, de Wærn escreveu o livro “The Football Conspiracy”, no qual mostra fotos de prédios que ele diz não existirem na época perto dos estádios, estudos sobre a incidência solar e outros detalhes inusitados. Até as chuteiras dos jogadores brasileiros, que disputaram a final com a própria suécia, entram na danca. de Wærn diz que os calçados brasileiros são falsos por serem muito mais avançados do que os utilizados na época. O historiador é um dos fundadores de um grupo chamado Konspiration 58, que tenta provar toda essa teoria.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Nome Papel
Bror Jacques de Wærn Autor, historiador, professor, e presidente da Konspiration 58
Olof Arnell Diretor da Konspiration 58
Ingrid Lorentzen Pesquisador da Konspiration 58 Foundation
Thomas Böhm Psicologista
Caj Ernelli Livreiro
Bengt Grive Escritor esportivo na década de 1950
Ulf Drakenberg Jornalista esportivo na década de 1950
Bengt Ågren Secretario do FIFA Organization Committee em 1958
Per Carlsson Chairman of the Vindicate the 1958 Movement
Lennart Johansson Presidente da UEFA no período de 1990-2007
Agne Simonsson Jogador sueco que jogou a Copa de 1958
Kurt Hamrin Jogador sueco que jogou a Copa de 1958
Sigvard Parling Jogador sueco que jogou a Copa de 1958

Referências

  1. a b fourfourtwo.com/ Football's greatest-ever hoax: Was the 1958 World Cup faked by the CIA?

Links Externos[editar | editar código-fonte]