Kristian Birkeland

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Kristian Birkeland
Nascimento Kristian Olaf Bernhard Birkeland
13 de dezembro de 1867
Christiania (atualmente Oslo)
Morte 15 de junho de 1917 (49 anos)
Tóquio
Residência Noruega
Sepultamento Cemitério Ocidental
Nacionalidade norueguês
Cidadania Noruega
Ocupação físico, professor, cientista
Prêmios
  • Prémio Fridtjof Nansen na categoria de Matemática e Ciências Naturais (1908)
  • Comendador da Ordem de Santo Olavo
Empregador Universidade de Oslo
Campo(s) física
Causa da morte overdose

Kristian Olaf Birkeland (Christiania, atualmente Oslo, 13 de dezembro de 1867Tóquio, 15 de junho de 1917) foi um físico norueguês. Escreveu seu primeiro artigo científico aos dezoito anos. Organizou várias expedições para as regiões mais ao norte da Noruega, onde estabeleceu uma rede observatórios de regiões de auroras para coletar dados sobre o campo magnético terrestre. Os resultados das expedições do período entre 1899 e 1900 continham a primeira determinação no padrão global de correntes elétricas em regiões polares. A descoberta dos raios X inspirou Birkeland a desenvolver câmaras de vácuo para estudar a influência de magnetos em raios catódicos.

Kristian Birkeland e seus experimentos com sua terrela.

Birkeland sugeriu que correntes elétricas polares - hoje designadas por eletrojatos aurorais - estavam conectados a um sistema de correntes que fluíam ao longo de campo geomagnéticas para dentro e para fora da região polar.

Curiosidade[editar | editar código-fonte]

  • Uma nota de 200 coroas norueguesas mostra a figura de Kristian Birkeland
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.