Língua Iraya

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Iraya
Falado em: Filipinas
Região: Mindoro, Minaropa
Total de falantes: 10 mil (1991)
Família: Austronésia
 Malaio-Polinésia
  Filipina
   Central Luzón (?)
    MangyanSetentrional
     Iraya
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---
ISO 639-3: iry

A língua Iraya é uma língua Filipina fala pelo povo Mangyan da ilha Mindoro, Filipinas. Zorc (1974) coloca a língua iraya no grupo norte da Mangyan das línguas malaio-polinésias,[1] embora Lobel (2013) observe que mostra "diferenças consideráveis" em relação a Tadyawan e Alangan, os outros idiomas deste grupo.[2] Existem 7 mil a 10 mil falantes de Iraya, e esse número vem crescendo. O status da língua Iraya está se desenvolvendo, o que significa que a língua está sendo usada de maneira forte e saudável por seus falantes e também possui seu próprio sistema de escrita (embora ainda não seja completamente comum nem sustentável).

Falantes[editar | editar código-fonte]

Ethnologue relata que Iraya é falado nos seguintes municípios da ilha norte de Mindoro.

Barbian (1977) também lista a localização de Calamintao, na fronteira nordeste do município de Santa Cruz (a 7 km do rio Pagbahan da rodovia provincial).[3]

O idioma não está bem documentado, embora uma tradução da Bíblia já esteja disponível localmente.

Dialetos[editar | editar código-fonte]

Existem diferentes dialetos falados nas áreas Nordeste, Noroeste e Sudoeste. [4] Alguns desses dialetos são os seguintes:

  1. Abra de Ilog
  2. Alag Bako
  3. Pagbahan
  4. Palauan-Calavite
  5. Pambuhan

Vocabulário e gramática básicos são compartilhados entre os dialetos. Além das diferenças de pronúncia, os dialetos diferem no uso preferido de palavras e expressões do vocabulário geral do Iraya. Além disso, existem empréstimos regionais de idiomas adjacentes. Iraya da planície, vivendo entre o sopé e as planícies, adotou algumas palavras do [língua tagalo|Tagalo]]. O Iraya do sopé ou nas encostas mais baixas de Ht. Halcon, adota palavras do idioma estreitamente relacionado.

Além de um registro coloquial geralmente usado chamado Ibaba, Iraya tem um registro de fala quase litúrgico conhecido como Ita'a . Esse tipo de discurso é usado em canções poderosas usadas pelos xamãs do Mindoro Ocidental.O Ita'a é entendido apenas pelos xamãs, e outras pessoas não reconhecem essa fala Uma gravação da música de poder pode ser encontrada na área de San Teodoro, em Oriental Mindoro.

Fonologia[editar | editar código-fonte]

A língua Iraya distingu 20 fonemas:

  • 13 consoantes: p, b, m, t, d, l, s, r, k, g, ŋ, ‘
  • 3 semivogais: w, y, h
  • 4 vogais: i, a, e [ɨ], o

A tabela a seguir ilustra os fonemas por articulação. A consoante [ŋ] é representada como <ng> na escrita comum, e a vogal central alta [ɨ] é representada por <e>. A consoante / s / pode ter um ponto de articulação dental ou alveolar.

Consoantes Iraya
  Labial Dental Palatal Velar Glotal
Oclusiva surda p t k
Oclusiva sonora b d g
Nasals m n ŋ
Fricativa s
Lateral l
Vibrante r
Semivogais w y h
Vogais Iraya
  Anterior Central Posterior
Fechada i ɨ
Medial o
Aberta a

Intonação[editar | editar código-fonte]

Parágrafo Declarativo: : A primeira frase começa em um tom alto. Em seguida, cada uma das próximas frases terá um tom mais baixo. A última frase terá o tom ainda mais baixo. Parágrafo Emocional ou Dramático: Este é o oposto dos parágrafos declarativos. Cada sentença se torna mais alta que a sentença anterior, até a última sentença terminar com um tom mais ou menos mais alto e uma pausa longa.

Sílabas[editar | editar código-fonte]

Os seguintes tipos de sílabas são usados no idioma Iraya. (C = consoante; V = vogal)

  1. CV (ex. ka.wu 'você'; ta.wa 'quem')
  2. CVC (ex. na.kay 'por que, o que')
  3. CCV (ex. kwi.tis 'fogos artifício')
  4. CCVC (ex pwis.tu 'local; colocar')

Em grupos consonantais, o idioma Iraya usa apenas / w / ou / r / como segunda consoante num cluster inicial, como nos dois exemplos kwitis e pwistu apresentados acima (o último sendo uma palavra de empréstimo em espanhol).

Pronomes[editar | editar código-fonte]

Casos nominativos (ou subjetivos) e genitivos (ou possessivos) são diferenciados para pronomes. Por exemplo, o pronome "Eu" traduzido para aku em Iraya, e o pronome "meu" é na'ay. A língua Iraya possui formas duplas de pronome baseadas no número 'dois'. A tabela a seguir apresenta o paradigma pronominal Iraya.[5]

=[editar | editar código-fonte]

Pronomes Pessoais

Pronomes pessoais
Nominativo Genitivo
1ª singular aku na'ay
2ª singular kawu kumu
3ª singular iya kunin
1ª dual inclusivo kita
1ª dual exclusivo kidawa
2ª dual kandawa
3ª dual sidawa
1ª plural inclusivo tamu
1ª plural exclusivo yamen
2ª plural kuyu
3ª plural kura

Demonstrativos[editar | editar código-fonte]

Zorc (1974) lista esses demonstrativos:[6]

Direcional
Português Iraya
este tiya
esse nabah
aquele nata
aqui tuwa
ali sabah
thlá (far) sata

Interrogativos[editar | editar código-fonte]

Palavras de interrogação
Português Iraya
quanto(s) bidu'
quanto(s)s umaning
o quê kayu, pakayu
por que nakay
pnde saru

As duas palavras bidu e ' 'umaning' 'se traduzem como 'quanto, quantos', mas têm usos diferentes. Exemplos dessas palavras de pergunta são apresentados abaixo:

  • Bidu 'mada dayu' ag gura'an? 'Qual a distância (qual a distância) da cidade?'
  • Umaning aku kuyay kawu? 'Quanto mais velho eu sou do que você?'

A última frase usa umaning porque conta a idade.

Advérbios de tempo[editar | editar código-fonte]

Tempo
Eortuguês Iraya
há pouco tempo aray
antes naruwa'an
agora Nguna
ainda baywi
no fututo duma

Numeração[editar | editar código-fonte]

Numbers
Cardinal Ordinal
um 1° sa'i una
dois 2º darawa, darwa ikadarawa, ikarawa
três,3º tatlu ikatatlu
quatro 4º apat, upat ika'apat

Vocabulário[editar | editar código-fonte]

Algumas palavras
Português Iraya
Ambos tanan
Não mais balen
Alguns buhida
Todos, tudo bu'u
Mais iben-te
Pequeno uman
Sufuciente sibay
Cada tayma

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Zorc 1974
  2. Lobel 2013
  3. Barbian, Karl-Josef. 1977. English-Mangyan vocabulary. Cebu City: University of San Carlos.
  4. Predefinição:Ethnologue20
  5. Reid, Lawrence A. (2017). «Re-evaluating the position of Iraya among Philippine languages» (PDF). In: Hsiu-chuan Liao. Issues in Austronesian Historical Linguistics. Col: JSEALS Special Publication No. 1. [S.l.: s.n.] pp. 23–47. hdl:10524/52405Acessível livremente  Parâmetro desconhecido |hdl-access= ignorado (ajuda)
  6. Zorc (1974), p. 572.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Colin E. Tweddell. 1958. The Iraya (Mangyan) Language of Mindoro, Philippines: Phonology and Morphology. University of Washington. Ann Arbor: UMI. (Doctoral dissertation).
  • Tweddell, Colin E.; Tweddell, Thomas E.; Page, Hazel A. (1974). «Iraya Mangyan Phonology and Philippinie Orthography». Anthropological Linguistics. 16 (7): 368–392. JSTOR 30029421 
  • Zorc, R. David (1974). «Internal and External Relationships of the Mangyan Languages». Oceanic Linguistics. 13 (1/2): 561-600. doi:10.2307/3622753 
  • Lobel, Jason William (2013). Philippine and North Bornean languages: issues in description, subgrouping, and reconstruction (PDF) (Tese de Ph.D. dissertation). University of Hawaii at Manoa 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]