Língua mano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mano
Falado em: Libéria, Guiné
Total de falantes: 390 mil (2012)
Família: Niger–Congo
 Mandê
  Mandê
   Sudeste
    Mano–Dan
     Mano
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---
ISO 639-3: mev

A língua Mano, também chamada as Maa, Mah, Mawe, é uma significante língua Mandê da Libéria e da Guiné. É falada principalmente em Nimba no centro-norte da Libéria e em Nzérékoré, Lola e Yomou na Guiné.

Fonologia[editar | editar código-fonte]

[1][2]

Vogais[editar | editar código-fonte]

Frontal/Oral Posterior/Oral Frontal/Nasal Posterior/Nasal
Fechada i u ĩ ũ
Meio-Fechada e o õ
Meio-Aberta ɛ ɔ ɛ̃ ɔ̃
Aberta a ã

Consoantes[editar | editar código-fonte]

Bilabial Labiodental Alveolar Palatal Velar Velar-Bilabial Lateral
Plosiva p b t d
Implosiva ɓ
Co-articulada k͡g k͡p ɡ͡b
Nasal m n ɲ ŋ
Fricativa f v s z
Labializada Plosiva kʷ ɡʷ
Labializada Nasall ŋʷ
Aproximante j l
Continuante w

Onde dois símbolos aparecem lado a lado, o da esquerda é surdo e o da direita é sonoro.

Tons[editar | editar código-fonte]

O idioma tem três tons: alto / ˦ /, médio / ˧ / e baixo / ˨ /.

Escrita[editar | editar código-fonte]

A língua Mano usa o alfabeto latino sem as letras C, G, H, Q, R, X, Y puras.

Usam-se formas vogais adicionais: ã, ẽ, ɛ, ɛ̃, ĩ, õ, ɔ, ɔ̃, ũ

Usam-se formas consoantes adicionais: ɓ, gb, gw, kg, kp, kw, ɲ, ŋ

Amostra de Texto[editar | editar código-fonte]

[3]

Mano[editar | editar código-fonte]

Kɛɛ pɛ séĩ é tĩã kɛɛ̀ ɓea, Wééa e ke ɓe. Wéé e kília e kɛ Wálà píé, ɛ̃ɛ̃ e kɛ Wálà ká. Wéé e kília e kɛ Wálà píé pɛ séĩ ga-gbɛ̃pìà. Wééa kolo làa lɛ́ Wálà e pɛ séĩ kɛɛ. Pɛ séĩ lɛ́ e ɓea dò wá ɓe kɛ à kɛɛ̀ é gɔ̃ kɛɛ̀á à kolo là. Kèɓe e kɛ Wééa yí. Kèɓe e kília e kɛ lɛ̀ fɔ̀nɔɔ̀ɔ ká mia lɛ̀ɛ. Lɛ̀ fɔ̀nɔɔ̀ɔ e kília, lɛ́ɛ̀ lɛ̀ fɔ̀nɔ bĩ tii bà, ɛ̃ɛ̃ bĩ tii e kília à kɔ̀ lɛ̀ɛ́ die do lɛ̀ fɔ̀nɔɔ̀ɔ là. Gɔ̃ doó lɛ́ ò si Zɔ̃ɔ̃ɔ e kɛ ɓe. Wálà lɛ́ e à vɔɔ.

Português[editar | editar código-fonte]

No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito seria feito. Nele estava a vida e a vida era a luz dos homens. E a luz brilha nas trevas, e as trevas não a inclui. Houve um homem enviado por Deus, cujo nome era Billy.

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Christopher Green and Steven Moran. 2014. Mann sound inventory (GM). In: Moran, Steven & McCloy, Daniel & Wright, Richard (eds.) PHOIBLE Online. Leipzig: Max Planck Institute for Evolutionary Anthropology. (Available online at http://phoible.org/inventories/view/1518, Accessed on 2016-11-12.)
  2. Khatchaturyan, Maria. 2009. La phonologique segmentale du mano guineen. 403–416. Musee d'anthropologie et d'ethnographie. (unpublished).
  3. http://www.language-museum.com/encyclopedia/m/mano.php. Accessed on 2016-11-12.