Laís de Corinto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Lais de Corinto, dita A Bela (fl. 425 a.C.) foi uma famosa hetera (cortesã ou prostituta) da Grécia Antiga, que provavelmente nasceu em Corinto.[1]

Uma outra jovem hetera com este nome foi Laís de Hícara e, desde autores da antiguidade (geralmente em citações indiretas), existe uma confusão em se saber a qual das duas se referem, estando ambas inextrincavelmente ligadas.[1]

Vida[editar | editar código-fonte]

Laís viveu durante a Guerra do Peloponeso e dela se diz que foi a mulher mais bonita de seu tempo; dentre os seus clientes estão o filósofo Aristipo (dois dos escritos que lhe são atribuídos são sobre Laís) e o campeão olímpico Eubotas de Cirene.[1]

A Antologia traz o seguinte epigrama: "Eu, altiva Laís, de quem a Grécia era joguete, eu que tinha à porta um enxame de jovens amantes, consagro a Afrodite este espelho, pois não desejo ver-me tal qual sou, e já não posso ver-me tal qual era."[2]

Referências

  1. a b c William Smith (lexicógrafo) (1870). Dictionary of Greek and Roman Biography and Mythology. [S.l.]: Charles Peter Mason. p. 712 
  2. René Ménard (trad. Aldo Della Nina) (1991 (2ª ed)). Mitologia Greco-Romana (vol. II). [S.l.]: Opus, São Paulo. p. 262-263  Verifique data em: |ano= (ajuda)
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Laís de Corinto