Lamassu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Touro alado com cabeça humana, também conhecido como Shedu.

Lamassu (cuneiforme: 𒀭𒆗, AN.KAL; em sumério: dlamma; em acádio: lamassu) é uma divindade tutelar da antiga Mesopotâmia, considerada com frequência como sendo do sexo feminino.[1] [2] Utiliza-se com frequência o nome de Shedu (cuneiforme: 𒀭𒆘, AN.KAL×BAD; sumério: dalad; acádio: shēdu; hebraico: שד) para se referir ao equivalente masculino de um lamassu.[3]

Referências

  1. Beaulieu, Paul-Alain. The pantheon of Uruk during the neo-Babylonian period, p. 137. Volume 23. Ed. ilustrada. Brill, 2003. ISBN 9004130241, 9789004130241
  2. The Pennsylvania Sumerian Dictionary. Seção Babilônica, Museu de Antropologia e Arqueologia da Universidade da Pensilvânia (atualizado em 26-6-2006). Página acessada em 23-11-2010.
  3. Jeremy Black e Anthony Green. An illustrated dictionary, Gods, Demons and Symbols of Ancient Mesopotamia. (2003), The British Museum Press; ISBN 0-7141-1705-6.
  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Lamassu».

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Lamassu