Landspout

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Landspout é um termo cunhado pelo meteorologista Howard B. Bluestein em 1985 para uma espécie de tornado não associado ao mesociclone de uma

Landspout se formando no estado de Nebraska.Notem a semelhança com uma tromba d'agua.

tempestade[1].O Glossário da Meteorologia define uma landspout como:

"Expressão coloquial que descreve tornados que ocorrem com uma nuvem pai em sua fase de crescimento e com a sua vorticidade originária da camada limite.A nuvem pai não contem um mesociclone nível médio preexistente.

O landspout foi assim chamado porque ele se parece com as trombas d'aguas que ocorrem no arquipélago de recifes e corais da Flórida Keys(região da Flórida),só que ocorrendo em terra."[1]

Formação de um landspout[editar | editar código-fonte]

Landspouts se formam durante a fase de crescimento de nuvens convectivas esticando a camada limite de vórtice para cima e em corrente ascendente de torre cumuliforme. Eles geralmente são menores e mais fracos do que os tornados e não contêm um mesociclone ou rotação pré-existente na nuvem. Devido a isso, landspouts raramente são detectados por radares meteorológicos Doppler.[2]

Landspouts compartilham uma forte semelhança no processo de desenvolvimento comparado às trombas d'agua, usualmente sob a forma de um tubo helicoidal e altamente translúcido e laminar. Landspouts são considerados tornados desde uma coluna rotativa de ar está em contato com a superfície e uma nuvem cumuliforme. Nem todos os landspouts são visíveis, e muitos são primeira avistada como roda detritos na superfície antes de, eventualmente, preenchendo com condensação e poeira. Landspouts são mais comuns em climas semi-áridos caracterizados por bases de nuvens altas e uma considerável instabilidade de baixo nível. Essas condições tendem a favorecer as altas planícies dos Estados Unidos a partir da Primavera através de Verão.

Poucos landspouts pode persistir por 15 minutos e produzir danos de um Tornado nível F3.[3] Entretanto, a maioria raramente produzem danos dada a sua duração abreviada, movimento típico de avanço lento, e campo de vento compacta. O potencial de dano é ainda mais reduzido em regiões de baixa densidade populacional, como as planícies altas.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b «"Glossary of Meteorology, Second Edition». American Meteorological Society (2000) 
  2. «Wakimoto; Wilson (1989). "Non-supercell Tornadoes» 
  3. «Monthly Weather Review»