Lapa dos Dinheiros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Portugal Lapa dos Dinheiros 
  Freguesia portuguesa extinta  
Lapa dos Dinheiros.jpg
Localização
município primitivo Seia
História
Extinção 28 de janeiro de 2013
Características geográficas
Área total 7,84 km²
Outras informações
Orago Nossa Senhora do Amparo

Lapa dos Dinheiros é uma aldeia pertencente à União das Freguesias de Seia, São Romão e Lapa dos Dinheiros, do município de Seia, na província da Beira Alta, região do Centro e sub-região da Serra da Estrela, com 7,84 km² de área e 294 habitantes (2011). A sua densidade populacional era 37,5 hab/km².

Pertence à rede de Aldeias de Montanha.

História[editar | editar código-fonte]

Situada numa das encostas da Serra da Estrela, Lapa dos Dinheiros possibilita uma vista tão extensa sobre o mundo quanto os nossos olhos humanos o permitam. Nos últimos anos tem-se desenvolvido surpreendentemente.

A Lapa dos Dinheiros, como todas as freguesias, tem vários locais aprazíveis para serem desfrutados: Buraco da Moura, Buraco do Sumo, Praia Fluvial, O Porto do Boi.

Nos primeiros tempos, a população dedicava-se única e exclusivamente à pastorícia e à agricultura, sendo conhecidos os tradicionais socalcos suportados por enormes muros de granito. Actualmente a agricultura perdeu importância, estando a maioria dos campos abandonados.

Pertenceu ate 1988 à Freguesia de S. Romão, tendo a Lei nº 28/88 de 01 de Fevereiro elevado esta povoação á categoria de Freguesia autónoma.

A lei nº 11-A/2013 extingue a Freguesia de Lapa dos Dinheiros e a agrega numa nova freguesia chamada "união das Freguesias de Seia, S. Romão e Lapa dos Dinheiros", com sede na vila de S. Romão.

Lenda[editar | editar código-fonte]

Conta-se que o nome desta aldeia surgiu quando alguns homens construíam, no actual "Porto dos Bois", uma casa e por lá passaram uns caçadores que lhes disseram para virem construir as suas casas numas lapas mais abaixo, ficavam mais abrigados, e assim fizeram.

Na pequena aldeia com o nome de Lapa, passou o Rei D. Dinis e os habitantes ofereceram-lhe um jantar farto. O Rei perguntou-lhes qual o nome da aldeia ao que lhe responderam Lapa, porque era construída numas lapas. De seguida D. Dinis perguntou como tinham feito um jantar tão farto, os habitantes responderam: "com os nossos dinheiros". Então D. Dinis ordenou que a aldeia se chamasse Lapa dos Dinheiros".

População[editar | editar código-fonte]

Número de habitantes [1]
1991 2001 2011
511 416 294

Criada pela Lei n.º 28/88 [2], de 1 de Fevereiro, com lugares desanexados da freguesia de S. Romão

Património[editar | editar código-fonte]

Igreja de Nossa Senhora do Amparo (Matriz), Lapa dos Dinheiros
  • Igreja de Nossa Senhora do Amparo (matriz).

Pontos de interesse[editar | editar código-fonte]

Praia fluvial da Lapa dos Dinheiros
  • Ponte da Caniça;
  • Quedas da Caniça;
  • Buraco do Sumo;
  • Praia fluvial da Lapa dos Dinheiros, com Bandeira Azul;
  • Museu Natural da Eletricidade (Seia);
  • Rota da Caniça (PR 10 SEI) - Pequena rota circular de 6,9 km;
  • Espaço Cooperativa Cowork - Lapa dos Dinheiros (espaço de trabalho partilhado sem fins lucrativos)

Festas e Romarias[editar | editar código-fonte]

A festa de São Sebastião (segundo Domingo de Agosto) é um dos cartões de visita desta bela aldeia do concelho de Seia.

A Festa da Castanha tem um especial significado nesta Aldeia de Montanha, pela abundância deste fruto nos 18,15 hectares de Castanheiros do Souto da Lapa dos Dinheiros, uma verdadeira reserva da árvore que, nos últimos dois mil anos, constituiu um eixo fundamental da vida serrana[3].

Alojamento[editar | editar código-fonte]

As Casas da Lapa são uma unidade de Turismo de Natureza com um elevado nível de qualidade.

Referências

  1. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  2. Diário da República - http://dre.tretas.org/dre/58124/
  3. «Lapa dos Dinheiros acolhe festa dedicada à tradição da castanha». Porta da Estrela. 31 de outubro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.