Le Thillay

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Le Thillay
  Comuna francesa França  
Vista de avião
Vista de avião
Gentílico Thillaysiens
Localização
Le Thillay está localizado em: França
Le Thillay
Localização de Le Thillay na França
Coordenadas 49° N 2° 28' E
País  França
Região Blason France moderne.svg Ilha de França
Departamento Blason département fr Val-d’Oise.svg Val-d'Oise
Administração
Prefeito Georges Delhalt
Características geográficas
Área total 3,94 km²
População total (2010) [1] 4 118 hab.
Densidade 1 045,2 hab./km²
Altitude máxima 104 m
Altitude mínima 52 m
Código Postal 95500
Código INSEE 95612
Website http://www.mairie-le-thillay.fr

Le Thillay é uma comuna francesa situada no departamento de Val-d'Oise na região da Ilha de França.

Seus habitantes são chamados Thillaysien(ne)s.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Le Thillay está localizado nas margens do Croult no coração do Pays de France, a 13 km a nordeste de Paris pela porte de la Villette e a Route nationale N2 ou 19 quilômetros pela porta de la Chapelle e a autoroute A1.

A comuna é limitada, por ordem do comprimento dos limites comuns, de: Gonesse, Goussainville, Roissy-en-France e Vaudherland (3ª menor comuna da França). Além disso, Le Thillay também é fronteira de Bouqueval em uma quádrupla fronteira com Goussainville e Gonesse ao limite noroeste do território comunal.

Em sua extremidade ocidental, o território comunal é atravessado por duas vias férreas, a linha D do RER entre as estações de Villiers-le-Bel (a 2,8 km) e Goussainville (a 2 km), bem como perto do centro, a LGV Nord apenas depois de sua separação com a linha de Paris-Nord a Lille.

Toponímia[editar | editar código-fonte]

Tilleium no século XII, Tilliacum no século XIII, Tilley em 1251, Tellai em 1273, Tilloy em 1587[2].

O nome vem do latim tilia, tília, com o sufixo[3][4].

História[editar | editar código-fonte]

A vila tem se mantido por longo tempo profundamente rural, até após a Segunda Guerra Mundial, especialmente como ela não foi beneficiada, ao contrário das comunas vizinhas (Gonesse ou Goussainville) de uma estação ferroviária da linha ferroviária de Paris-Nord-Creil (hoje a linha D do RER). Este caráter rural é encontrado na antiga presença de moinhos, enquanto a atividade agrícola continua a ser exercida sobre o conjunto. O seu desenvolvimento econômico data essencialmente da Libertação e é acompanhado do loteamento progressivo de terras agrícolas, em especial, em bairros conhecidas como des Grands Champs, de l'Avenir e du Château. No início dos anos sessenta, um conjunto imobiliário em co-propriedade foi realizado, participando o aumento significativo da população local. Nos anos 1980 e 1990, a realização de uma zona de desenvolvimento concertado (ZAC), no lugarejo des Courbéantes, além de um processo de construção nova em superfícies menores do que antes, ele aumentou um pouco mais a população da vila, que agora é uma pequena cidade de pouco mais de 4.000 habitantes, de acordo com as últimas estimativas do censo geral da população. Se um número de residentes continua a trabalhar no lugar, uma grande parte dos ativos da comuna trabalham na zona aeroportuária ou em outras localidades e departamentos da região.

Geminação[editar | editar código-fonte]

Lugares e monumentos[editar | editar código-fonte]

Monumento Histórico[editar | editar código-fonte]

L'église Saint-Denys.
A igreja Saint-Denis.

Le Thillay tem apenas um único monumento histórico em seu território.

  • Igreja Saint-Denis (inscrita nos monumentos históricos pelo decreto de 5 de novembro de 1965[6])

Outros elementos do património[editar | editar código-fonte]

Le lac et ses occupants.
O lago e os seus ocupantes.
  • O lac du Thillay
  • Moulin à Drap, no Croult, no limite sul da comuna: também chamada moulin Jumeau, este moinho de água foi transformada em um importante moagem de farinha após sua compra por Louis Destors. Ela foi vítima de um incêndio em 1902 e ampliada pela última vez em 1920. A família dos proprietários construiu uma grande residência de estilo neoclássico, ao lado[7].

Personalidades ligadas à comuna[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Populations légales des communes en vigueur au 1er janvier 2013». www.insee.fr (em francês). INSEE. Dezembro de 2012. Consultado em 3 de abril de 2013 
  2. Hippolyte Cocheris, Anciens noms des communes de Seine-et-Oise, 1874, ouvrage mis en ligne par le Corpus Etampois.
  3. Michel Roblin, Le terroir de Paris aux époques gallo-romaine et franque, page 68.
  4. Paul Marie Duval, Paris antique: des origines au troisième siècle - Page 235
  5. « Partnerschaften » Site web de la commune de Hünfelden, consultado em 3 de abril de 2017.
  6. Mérimée PA00080215, Ministère français de la Culture. (fr).
  7. I. ISBN 2-84234-056-6 .
  8. Culture.Gouv.Fr : Base Léonore

Ligações externas[editar | editar código-fonte]