Lina Kostenko

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lina Kostenko
Nascimento 19 de março de 1930 (90 anos)
Cidadania União Soviética, Ucrânia
Etnia ucranianos
Alma mater Instituto de Literatura Maxim Gorky
Ocupação poetisa, escritora, escritora de literatura infantil
Prêmios Prêmio Nacional Shevchenko

Lina Vasylivna Kostenko (Rzhyshchiv, Kiev Oblast, 19 de março de 1930) é uma poeta e escritora ucraniana, ganhador ado Prêmio Shevchenko (1987).[1]

Kostenko é uma das principais poetas ucranianas dos anos 1960, um movimento conhecido como Sixtiers. Esse movimento começou a publicar nos anos 1950 e atingiu seu ápice no início dos anos 60. Durante a década de 1950, Kostenko publicou seus primeiros poemas nos principais periódicos ucranianos. É professora emérita da Academia Kyiv Mohyla, doutora honorária das Universidades de Lviv e Chernivtsi.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Kostenko nasceu em uma família de professores. Em 1936, ela se mudou de Rzhyshchiv para Kiev, onde terminou o ensino médio. De 1937 a 1941, estudou na escola de Kiev n. 100, localizada na ilha de Trukhanov, onde sua família morava. A escola e toda a vila foram incendiadas em 1943. O poema "Eu cresci na Veneza de Kiev" é dedicado a esses eventos.[1]

Depois de terminar o colegial, ela estudou no Instituto Pedagógico de Kiev e, mais tarde, no Instituto de Literatura Maxim Gorky, em Moscou, onde se formou com distinção em 1956.

Ela foi uma das primeiras e mais conhecidas das jovens poetas ucranianas, atuando na virada das décadas de 1950 a 1960, o período dos chamados "sixtiers".

No início da década de 1960, participou das noites literárias do Kiev Creative Youth Club . Após sua graduação, ela publicou três coleções de poesia em 1957 ("Os Raios da Terra"), 1958 ("Velas") e 1961 ("Vaguear do Coração"). Esses livros se tornaram populares entre os leitores ucranianos, mas também a forçaram a silenciar as publicações, pois ela não estava disposta a se submeter às autoridades soviéticas.[1]

Prêmios e distinções[editar | editar código-fonte]

  • Prêmio Nacional Taras Shevchenko (1987, para o romance "Marusya Churai" e a coleção "Exclusividade")
  • Prêmio Antonovych (1989)[1]
  • Em 1999, recebeu um cargo de professora honorária da Academia Nacional da Universidade de Kiev-Mohyla .
  • Ela é doutora honorária das universidades de Lviv e Chernivtsi .[1]
  • O asteróide 290127 Linakostenko, descoberto no Observatório Astronômico Andrushivka em 2005, foi nomeado em sua homenagem.

Referências

  1. a b c d e f «Ліна Костенко. Поетеса епохи». Українська правда (em ucraniano). Consultado em 28 de janeiro de 2020