Los Angeles Herald-Examiner

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Prédio sede do jornal, de 1914.

O Los Angeles Herald-Examiner foi um jornal estadunidense da cidade de Los Angeles, Califórnia, publicado diariamente às tardes de segunda a sexta-feiras e pelas manhãs aos sábados e domingos. Teve sua última edição em 2 de novembro de 1989.[1]

Histórico[editar | editar código-fonte]

O diário fazia parte da Hearst Corporation, rede de jornais do milionário William Randolph Hearst e foi formado em 1962 pela fusão dos jornais Herald Express, fundado em 1871, e Examiner de 1903.[1]

Chegou a ser o maior jornal do país e quando de seu fim, em 1989, acumulava grandes prejuízos e perdas em circulação; o então presidente da Hearst Co. declarou: "Não era um negócio perdido, mas um jornal vencedor".[nota 1][1]

Seu edifício-sede, erguido em 1914, faz parte do patrimônio histórico tombado da cidade de Los Angeles, segundo a Cultural Heritage Commission - comissão municipal do patrimônio cultural.[1]

Notas e referências

Notas

  1. No original: "It has been a losing business but a winning newspaper"

Referências

  1. a b c d Vários autores (26 de fevereiro a 4 de novembro de 1989). «Los Angeles Herald Examiner: 118 years of publishing». Transcrições de artigos do Los Angeles Times. Consultado em 29 de março de 2016  Verifique data em: |data= (ajuda)
Ícone de esboço Este artigo sobre meios de comunicação ou jornalismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.