Luís Falcão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Luís Falcão foi professor de escrita para cinema na Escola Superior de Teatro e Cinema em Lisboa, onde se licenciou em argumento cinematográfico, no ano de 2001. Desde 2008 e até ao seu falecimento, foi professor na Escola Superior de Tecnologia de Abrantes, lecionando no curso de Vídeo e Cinema Documental.

Nascido em Lisboa no ano de 1975, repartiu a sua atividade entre a escrita e o ensino. Poeta, Argumentista e Professor de Cinema nas áreas de Dramaturgia, Escrita para Cinema e Teoria Cinematográfica, doutorou-se em Ciências da Comunicação para a Universidad Complutense de Madrid .Trabalhou como colaborador entre 1997 e 1999 na Sicfilmes como guionista, criou um curso de teatro entre vários projectos mas todos a volta do cinema

Publicou em 2007 o livro de poesia Pétalas Negras Ardem nos Teus Olhos, editado pela Assírio e Alvim.

Foi palestrante nas CreativeMorningsPorto, com o tema "Educação como processo humanizador" a 19 de Dezembro 2014.

Luís Falcão faleceu a 22 de Junho de 2015.

Livros póstumos[editar | editar código-fonte]

2016 Bruma Luminosíssima, ed. Artefacto[1].

2017 uma exigência de infinito, ed. Artefacto[2].

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Artefacto (6 de maio de 2016). «Ampla, n.º 28». Artefacto. Consultado em 10 de novembro de 2018 
  2. Artefacto (27 de dezembro de 2017). «Ampla, n.º 31». Artefacto. Consultado em 10 de novembro de 2018