Mário Herrero

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mário Herrero
Nascimento 2 de fevereiro de 1968 (51 anos)
Corunha, Flag of Spain.svg Espanha
Prémios Prémio Literário Glória de Sant'Anna 2015
Género literário Poesia
Movimento literário Pós-modernismo

Mário J. Herrero Valeiro (Corunha, Galiza, 2 de Fevereiro de 1968) é um poeta espanhol. Licenciado em Filologia Hispânica pela Universidade de Santiago de Compostela e Doutor em Filologia Hispânica Universidade da Corunha

Obra[editar | editar código-fonte]

Livros publicados[editar | editar código-fonte]

Obras individuais[editar | editar código-fonte]

1999. No limiar do silêncio. Poemas da estrangeirice. VII Prémio de Poesia Espiral Maior. A Corunha, Ed. Espiral Maior.

2001. Cartografia da Atrocidade. Lisboa, Edições Tema.

2011. Guerra de grafias, conflito de elites. Galiza, Através Editora.

2013. Outra vida (22 poemas, uma confissão e um esclarecimento). Galiza, Através Editora.

2014. Da Vida Conclusa. II Prémio de Poesia O Figurante. Galiza, O Figurante.

2015. A normalização lingüística, uma ilusão necessária. Galiza. Através Editora.

Obras colectivas[editar | editar código-fonte]

1990. Mátria da Palavra. Antologia de poetas galego-lusofonos (livro colectivo). Pontevedra-Braga, Cadernos do Povo. Revista Internacional da Lusofonia 15-18, pp. 78-80.

1993. I Certame Literario (livro colectivo), A Corunha, Faculdade de Humanidades-Universidade da Coruña. Segundo prémio de poesia no I Certame Literario da Facultade de Humanidades (1992).

1995. 7 Poetas (livro colectivo), A Corunha, edição não venal ao abrigo da Agrupación Cultural O Facho, pp. 7-27.

Tem, além de livros, publicações em actas de congressos e seminários.

Prémios[editar | editar código-fonte]