Método de Gutmann

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O método de Gutmann é um algoritmo aplicado a um disco rígido, seus espaços vazios ou arquivos, de forma a apagá-los sem deixar possíveis rastros. O método criado por Peter Gutmann é constituído de uma série de 35 padrões sobre a região a ser apagada.

A seleção de padrões assume que o usuário não conhece o mecanismo de codificação utilizada pela unidade e, por isso, inclui padrões projetados a três tipos diferentes de drivers. Um usuário que sabe que tipo de codificação usado pela unidade pode escolher apenas os padrões destinados a ela. Porém, uma unidade com mecanismo de codificação diferente precisa de padrões diferentes.

A maioria dos padrões no método de Gutmann foram desenvolvidos para discos codificados em MFM/RLL. Como notado por seu criador, tais técnicas não são mais utilizados em discos modernos, tornando o método parcialmente irrelevante.[1]

Desde 2001 algumas fabricantes de discos rígidos ATA e SATA incluíram o suporte ao padrão ATA de apagamento seguro, tornando o método de Gutmann não mais necessário ao se excluir todos os dados de um disco. Contudo um relatório de 2011 descobriu que metade das oito marcas testadas não implementavam o método corretamente.[2]

Referências

  1. Peter Gutmann (25 de julho de 1996). Epilogue Secure Deletion of Data from Magnetic and Solid-State Memory. Visitado em 8 de janeiro de 2016.
  2. Michael Wei et al. Built-in sanitize commands Reliably Erasing Data From Flash-Based Solid State Drives p. 5.. Visitado em 8 de janeiro de 2016.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Informática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.