Mahavira (matemático)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Mahavira ou Mahāvīra (ou Mahaviracharya, “Mahavira, o Professor") foi um matemático Jain do século IX d.C., de Bihar, na Índia.[1][2][3] Foi o autor de Gaṇitasārasan̄graha (ou Ganita Sara Samgraha, c. 850), o qual revisou o Brāhmasphuṭasiddhānta.[1] Foi patrocinado pelo rei Amoghavarsha, da dinastia Rashtrakuta.[4] Separou astrologia da matemática, sendo o primeiro autor indiano a produzir texto inteiramente dedicado à matemática.[5] Expôs sobre os mesmos assuntos que Aryabhata e Brahmagupta sustentaram, mas expressou-los de forma mais clara. Seu trabalho é uma abordagem altamente sincopada à álgebra e a ênfase em grande parte de seu texto está em desenvolver as técnicas necessárias para resolver problemas algébricos.[6] É altamente respeitado entre os matemáticos indianos, por causa de seu estabelecimento de terminologia para conceitos como triângulo equilátero e isósceles; losango; círculo e semicírculo.[7]

Referências

  1. a b Pingree 1970.
  2. O'Connor & Robertson 2000.
  3. Tabak 2009, p. 42.
  4. Puttaswamy 2012, p. 231.
  5. The Math Book: From Pythagoras to the 57th Dimension, 250 Milestones in the ... por Clifford A. Pickover: pg 88
  6. Algebra: Sets, Symbols, and the Language of Thought by John Tabak: p.43
  7. Geometry in Ancient and Medieval India by T. A. Sarasvati Amma: page 122