Mamba-verde-oriental

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde fevereiro de 2013). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Como ler uma infocaixa de taxonomiaMamba-verde-oriental
Eastern Green Mamba.jpg
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Ordem: Squamata
Subordem: Serpentes
Família: Elapidae
Género: Dendroaspis
Espécie: D. angusticeps
Nome binomial
Dendroaspis angusticeps
(A. Smith, 1849)
Distribuição geográfica
D-angusticeps-range.png

A mamba-verde-oriental ou mamba-comum (Dendroaspis angusticeps) é uma cobra arborícola venenosa e diurna, nativa do sudeste de África. As mambas-verdes-orientais são os membros mais pequenos da família das mambas, medindo cerca de 1, 8m, com relatos de espécimes que chegaram aos 3, 7m. São verdes, brilhantes, compridas e finas.

Alimentação[editar | editar código-fonte]

Alimentam-se principalmente de aves jovens, ovos de aves e pequenos mamíferos. Mambas jovens podem ocasionalmente alimentar-se outros répteis, tais como camaleões.

Distribuição[editar | editar código-fonte]

Os espécimes podem ser encontrados em florestas principalmente perto da costa que se estende desde o Cabo Oriental na África do Sul, passando por Moçambique e pela Tanzânia, até ao sudeste do Quénia, e indo para o interior até ao sul do Malawi e leste do Zimbabwe.

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Dendroaspis angusticeps
Ícone de esboço Este artigo sobre cobras, integrado no Projeto Anfíbios e Répteis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.