Manilal Gandhi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Manilal Gandhi
Nascimento 28 de outubro de 1982
Rajkot, Índia Britânica
Morte 5 de abril de 1956 (63 anos)
Durban, África do Sul
Progenitores Mãe: Kasturba Gandhi
Pai: Mahatma Gandhi
Ocupação Editor
Ativista

Manilal Mohandas Gandhi (Rajkot, 28 de outubro de 1892Durban, 5 de abril de 1956)[1] foi o segundo filho de Mohandas "Mahatma" Gandhi e Kasturba Gandhi.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Manilal nasceu em Rajkot, na então Índia Britânica, atual estado indiano de Guzerate. Sua infância foi vivida em Rajkot e em 1897 ele viajou junto com a família para a Colónia de Natal, em Durban, e depois na colônia de Transvaal, em Johannesburg, ambas atualmente na África do Sul.[2] Entre 1906 e 1914 ele viveu em Phoenix Settlement (em KwaZulu-Natal) e Tolstoy Farm (em Gauteng), ambos assentamentos estabelecidos por seu pai.

Após uma rápida visita à Índia em 1917, retornou à África do Sul para participar da criação do Indian Opinion, uma publicação semanal bilíngue guzerate-inglês, em Phoenix, Durban. Em 1918, Manilal já realizava a maior parte do trabalho e 1920 assumiu como editor.

Em 1927, Manilal casou-se com Sushila Mashruwala (1907–1988),[3] e com ela teve duas filhas, Sita (n. 1928) e Ela (n. 1940) e um filho, Arun (n. 1934).

Da mesma forma que seu pai, Manilal também foi mandado à prisão várias vezes pelo governo colonial britânico após protestos contra leis arbitrárias. Ele esteve dentre as 79 pessoas que iniciaram a marcha para acompanhar Gandhi na Marcha do Sal de 1930, participação pela qual ele foi preso.[2]

Ele permaneceu como editor do Indian Opinion até 1956, o ano de sua morte.[4] Manilal morreu de trombose cerebral que se seguiu a um derrame.

Legado[editar | editar código-fonte]

Os filhos de Manilal, Arun e Ela, também são ativistas políticos. Uma D. Mesthrie, a filha de Sita, publicou uma biografia sobre Manilal em 2003.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Library of Congress LCCN Permalink n90712835». lccn.loc.gov (em inglês) 
  2. a b Dhupelia-Mesthrie. «Gandhi's South African Family». India International Centre Quarterly. 34: 34–45. JSTOR 23006303 
  3. «Remembering Sushila Gandhi 1907-1988». gandhiforchildren.org 
  4. «Manilal Gandhi Dead». The Indian Express. Press Trust of India. pp. 1, 8 

Ligações externas (em inglês)[editar | editar código-fonte]