Manobra de Phalen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Secção transversa através do pulso e seus dedos. (O nervo mediano é o ponto amarelo perto do centro. O túnel do carpo não está indicado.)

Manobra de Phalen é um exame diagnóstico para a síndrome do túnel do carpo1 descoberto por um ortopedista norte-americano chamado George S. Phalen.2

Processo[editar | editar código-fonte]

Solicita-se ao paciente que mantenha seus punhos em flexão completa e forçada (empurrando as superfícies dorsais de ambas mãos juntas) por 30-60 segundos. Essa manobra aumenta moderadamente a pressão no túnel do carpo e possui o efeito de prensar o nervo mediano entre a borda proximal do ligamento transverso do carpo e a borda anterior da porção distal do rádio. Ao comprimir o nervo mediano no interior do túnel do carpo, sintomas característicos (como queimação, pontada ou formigamento no polegar, indicador, dedo médio e dedo anelar) são considerados sinais positivos e sugerem uma síndrome do túnel do carpo.3

Acurácia[editar | editar código-fonte]

Em estudos de acurácia diagnóstica, a sensibilidade da manobra de Phalen variou de 51% a 91% e sua especificidade entre 33% e 88%.

A manobra de Phalen é mais sensível que o sinal de Tinel.4

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Phalen maneuver em Dorland's Medical Dictionary
  2. Sawaya RA, Sakr C. (abril 2009). "When is the Phalen's test of diagnostic value: an electrophysiologic analysis?". J Clin Neurophysiol 26 (2): 132–3. DOI:10.1097/WNP.0b013e31819d8046. PMID 19279501.
  3. Urbano, F. (2000). Tinel's sign and Phalen's maneuver: Physical signs of carpal tunnel syndrome. Hospital Physician, Jul, 39-44. (Retrieved 19:15:10 UTC Monday, December 15, 2008
  4. Cherian A, Kuruvilla A. 2006. "Electrodiagnostic approach to carpal tunnel syndrome." Ann Indian Acad Neurol 9:177-182.