Manuel Vieira de Albuquerque Touvar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde março de 2014). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Manuel Vieira de Albuquerque Touvar
Nascimento 28 de abril de 1776
Morte 14 de junho de 1833 (57 anos)
Lisboa
Cidadania Portugal
Ocupação político

Manuel Vieira de Albuquerque Touvar (28 de Abril de 1776Lisboa, 14 de Julho de 1833) foi um nobre e administrador colonial português. Foi o 9.º capitão-general dos Açores, do Conselho de Sua Majestade, comendador da Ordem de São Bento de Avis, coronel de cavalaria do Exército Português. Pertencia à Casa de Molelos e Botulho e era irmão de Francisco de Paula Vieira da Silva Tovar, o 1.º visconde de Molelos.

Governou a capitania do Espírito Santo, no Brasil, de Dezembro de 1804 a Dezembro de 1811, deixando, ali, vasta descendência natural.

Nomeado capitão-general dos Açores a 21 de Maio de 1824, desembarcou em Angra a 11 de Julho daquele ano, tomando posse 3 dias depois.

Não era um liberal e sim conservador, pelo que a sua actividade foi muito apoiada pelos miguelistas terceirenses.

Foi deposto pela revolução liberal ocorrida em Angra a 22 de Junho de 1828, sendo preso por ser simpatizante de D. Miguel e obrigado a abandonar a ilha Terceira.

Faleceu em Lisboa a 14 de Julho de 1833.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Luís da Mota Feio e Torres
Governador e Capitão-General de Angola
18191821
Sucedido por
Joaquim Inácio de Lima


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.