Marcelo Piñeyro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Marcelo Piñeyro no XIII Festival de Cinema de Guadalajara (1998).

Marcelo Piñeyro (Buenos Aires, 5 de março de 1953) é um diretor de cinema e roteirista argentino.

Filmografia[1][editar | editar código-fonte]

Como director
Como roteirista
  • El método (2005)
  • Plata quemada (2000, com Marcelo Figueras)
  • Cenizas del paraíso (1997)
  • Caballos salvajes (1995)
  • Tango feroz, la leyenda de Tanguito (1992)
Como diretor de produção

Prêmios[editar | editar código-fonte]

É ganhador de 21 prêmios, entre eles dois Prêmios Goya (em 2001, como melhor filme estrangeiro em língua espanhola, por Plata quemada e, em 2006, como melhor roteiro adaptado, por El método) e dois Prêmios Condor de Prata da Associação dos Críticos de Cinema da Argentina (em 1994, como melhor filme por Tango feroz, la leyenda de Tanguito e, em 2001, como melhor roteiro adaptado por Plata quemada). Venceu também na categoria de melhor roteiro no Festival de Havana em 1997 por Cenizas del paraíso e, em 2003, por Kamchatka.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]