Plata quemada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Plata Quemada
 Argentina
Uruguai
 França
Flag of Spain.svg Espanha

2000 •  cor •  125 min 
Gênero drama
romance
crime
Idioma espanhol
Página no IMDb (em inglês)

Plata Quemada é um filme realizado em 2000, dirigido por Marcelo Piñeyro, e com roteiro escrito por Piñeyro e Marcelo Figueras.

A história[editar | editar código-fonte]

O filme retrata a história verídica de uma dupla de assaltantes conhecida como “Os Gêmeos”, amantes e marginais que, em 1965, fogem da Argentina com o valor de sete milhões de pesos e se refugiam no Uruguai, juntamente com o resto do bando.

Nene e Ángel são contratados por um figurão para interceptarem um carro-forte que carregava 7 milhões de pesos, mas o roubo na verdade foi uma cilada e a dupla vê-se obrigada a matar para fugir.

O relacionamento entre os dois bandidos (Nene e Ángel) é conturbado. “El Nene” é o lado inteligente e esperto da dupla; mesmo assim ele é apaixonado por Ángel. Por outro lado, Ángel é infantilizado. Fanático religioso, carrega a culpa pela sua vida (bandido e homossexual) e ouve vozes que o atormentam.[1]

Os fatos[editar | editar código-fonte]

O filme se baseou em fatos. Vários delinqüentes de nacionalidade argentina (porteños) realizaram um grande assalto no qual vários pessoas morreram em Buenos Aires; depois o casal, junto com outros bandidos da quadrilha, escapa para Montevideo, Uruguai.

Numa noite de novembro de 1965 foram cercados pela polícia uruguaia, que após quatorze horas e milhares de balas atiradas no apartamento, terminou com um saldo de vários mortos, entre os policiais e os bandidos.

O elenco[editar | editar código-fonte]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Plata Quemada tem recepção favorável por parte da crítica especializada. Com tomatometer de 77% em base de 30 críticas, o Rotten Tomatoes publicou um consenso: “Plata Quemada conta uma história elegante e cheia de vapor sobre criminosos em fuga”. Tem 78% de aprovação, por parte da audiência, usada para calcular a recepção do público a partir de votos dos usuários do site.[2]

Premiações[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Plata Quemada». Filmow. Consultado em 29 de março de 2014. 
  2. «Plata Quemada» (em inglês). Rotten Tomatoes. Consultado em 29 de março de 2014. 
  3. «Plata quemada -Premios Goya - Fotogramas» (em inglês). Premios Goya. Consultado em 29 de março de 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]