Portal:Argentina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Introdução

Bandeira da Argentina
Brasão de armas da Argentina
ArgentinaWorldMap.png

Argentina, oficialmente República Argentina, é o segundo maior país da América do Sul em território e o terceiro em população, constituída como uma federação de 23 províncias e uma cidade autônoma, Buenos Aires, capital do país. É o oitavo maior país do mundo em área territorial e o maior entre as nações de língua espanhola, embora México, Colômbia e Espanha, que possuem menor território, sejam mais populosos.

A área continental da Argentina está entre a cordilheira dos Andes a oeste e o oceano Atlântico, a leste. Faz fronteira com o Paraguai e Bolívia ao norte, com o Brasil e Uruguai a nordeste e com o Chile a oeste e sul. A Argentina reivindica uma parte da Antártida, sobrepondo as reivindicações do Chile e do Reino Unido no continente antártico, mesmo após todas as reivindicações terem sido suspensas pelo Tratado da Antártida de 1961. O país reivindica ainda as Ilhas Malvinas e Geórgia do Sul e Sandwich do Sul, que são administradas pelo Reino Unido como territórios britânicos ultramarinos.

O mais antigo registro de presença humana na área atualmente conhecida como Argentina é datado do período paleolítico. A colonização espanhola iniciou-se em 1512. A Argentina emergiu como o Estado sucessor do Vice-Reino do Rio da Prata, uma colônia espanhola fundada em 1776. A declaração e a luta pela independência (1810–1818) foi seguida por uma longa guerra civil, que durou até 1861 e terminou com a reorganização do país como uma federação de províncias, com a cidade de Buenos Aires como capital. Durante a segunda metade do século XX, a Argentina enfrentou vários golpes militares e períodos de instabilidade política, juntamente com crises econômicas periódicas que contiveram seu pleno desenvolvimento econômico e social.


Artigo selecionado

Representação do cabido aberto de 22 de maio de 1810, por Pedro Subercaseaux em 1910.

A Revolução de Maio foi uma série de eventos que ocorreram entre 18 e 25 de maio de 1810 na cidade de Buenos Aires, capital do Vice-Reino do Rio da Prata. Esta era uma colônia do Império Espanhol que incluía aproximadamente os territórios dos atuais países da Argentina, Bolívia, Paraguai e Uruguai. O resultado foi a remoção do vice-rei Baltasar Hidalgo de Cisneros e o estabelecimento de um governo local, a Primera Junta.

A revolução foi uma reação direta à Guerra Peninsular. O rei Fernando VII da Espanha foi forçado em 1808 a abdicar em favor de Napoleão Bonaparte, que passou o trono para seu irmão mais velho José Bonaparte. A Revolução de Maio iniciou a Guerra da Independência da Argentina, apesar de nenhuma declaração formal de independência ter sido emitida na época e da Primeira Junta ter continuado a governar em nome do deposto Fernando VII. A revolta é considerada como um dos primeiros eventos da Independência da América Espanhola já que eventos similares ocorreram em outras cidades pelo continente. Os historiadores atualmente debatem se os revolucionários eram verdadeiramente leais à coroa espanhola ou se a declaração de fidelidade ao rei era um ardil necessário a fim de esconder seus verdadeiros objetivos de uma população que ainda não estava disposta a aceitar uma mudança tão radical. Uma declaração formal de independência foi emitida em 9 de julho de 1816 pelo Congresso de Tucumán.


Imagem selecionada

Quebrada de Ullúm, San Juan, Argentina.jpg

Dique de Ullum, próximo a cidade de San Juan, Argentina.


Biografia selecionada

Eduardo duhalde presidente.jpg

Eduardo Alberto Duhalde (Pronúncia espanhola: [eˈðwardo alˈβerto ˈðwalde]; Lomas de Zamora, 5 de outubro de 1941) é um advogado e político argentino que serviu como presidente de seu país de 2002 a 2003. Nascido na Grande Buenos Aires, foi eleito para a legislatura local e nomeado prefeito em 1973. Foi deposto durante o golpe de Estado de 1976 e eleito novamente quando a democracia foi restaurada em 1983. Foi o vice-presidente da Argentina de 1989 a 1991, no governo de Carlos Menem.

Duhalde renunciou como vice-presidente e foi eleito governador da província de Buenos Aires em 1991, sendo reeleito em 1995. Concorreu à presidência em 1999, mas foi derrotado por Fernando de la Rúa. De la Rúa em meio aos protestos de dezembro de 2001, e o Congresso nomeou o governador da província de San Luis, Adolfo Rodríguez Saá, como presidente. Quando Rodríguez Saá também renunciou, o Congresso nomeou Duhalde. Durante seu mandato, uma enorme desvalorização da moeda e um aumento da taxa de câmbio levaram a uma recuperação gradual. Duhalde apoiou, de forma bem-sucedida, o obscuro candidato Néstor Kirchner contra Menem, que tentou um novo mandato presidencial. Teve disputas políticas com Kirchner nos últimos anos e está em grande parte aposentado da política desde a sua derrota na eleição presidencial de 2011.


Sabia que…

... que o movimento anarquista argentino foi o movimento anarquista mais forte da América do Sul?

... que Enrique Angelelli foi um bispo católico argentino morto durante a Guerra Suja?

... que em meados do século XIX a Confederação Argentina conseguiu resistir a um bloqueio naval de cinco anos pela França e pelo Reino Unido?

... que a Argentina permaneceu neutra durante a maior parte da Segunda Guerra Mundial, declarando guerra às forças do Eixo no dia 27 de março de 1945?

... que Buenos Aires se separou da Confederação Argentina de 1852 a 1861?

... que Nazario Benavídez, por muitos anos governador da província argentina de San Juan, mais tarde seria preso e assassinado?

... que em 1987 as mãos do ex-presidente argentino Juan Perón foram decepadas e roubadas de seu túmulo para exigir-se um resgate?


Coisas a fazer

Colabore!

Agradecemos todo o interesse por ampliar e melhorar os artigos relacionados com a Argentina na Wikipédia! Abaixo algumas coisas que esperam a vossa colaboração.



Nos outros projetos

Argentina no Wikinotícias     Argentina no Wikiquote     Argentina no Wikilivros     Argentina no Wikisource     Argentina no Wikcionário     Argentina na Wikiversidade     Argentina no Wikivoyage     Argentina no Commons
Notícias Citações Livros didáticos e manuais Biblioteca Definições Recursos de aprendizado Guias de viagem Imagens e mídia
https://pt.wikinews.org/wiki/Special:Search/ArgentinaWikinews-logo.png
https://pt.wikiquote.org/wiki/Special:Search/ArgentinaWikiquote-logo.svg
https://pt.wikibooks.org/wiki/Special:Search/ArgentinaWikibooks-logo.png
https://pt.wikisource.org/wiki/Special:Search/ArgentinaWikisource-logo.svg
https://pt.wiktionary.org/wiki/Special:Search/ArgentinaWiktionary-logo.svg
https://pt.wikiversity.org/wiki/Special:Search/ArgentinaWikiversity-logo.svg
https://pt.wikiversity.org/wiki/Special:Search/ArgentinaWikivoyage-Logo-v3-icon.svg
//pt.wikipedia.org/wiki/Especial:Search/Commons:ArgentinaCommons-logo.svg

Recarregar