Portal:Afeganistão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emblem of Afghanistan.svg Bem-vindo ao
Portal do Afeganistão
Mountains of Kabul.jpgKabul Babur tomb.jpgMonk Caves in Bymian Valley.jpgJam Minaret decoration1.jpg


Afeganistão

Bandeira do Afeganistão
Brasão de armas do Afeganistão
Mapa de Localização

O Afeganistão é um país sem saída para o mar no centro da Ásia. É comumente designado como um país da Ásia central, da Ásia meridional e do Oriente Médio. Possui vínculos religiosos, etno-lingüísticos e geográficos com a maioria dos países vizinhos. Limita com o Paquistão ao sul e ao leste, com o Irã a oeste, com o Turcomenistão, o Uzbequistão e o Tadjiquistão ao norte, e com a China a nordeste. O nome do país significa "terra dos afegãos".

O país é um cadinho cultural entre o Ocidente e o Oriente e tem sido um antigo ponto focal para o comércio e a migração. Sua localização é estratégica, ao ligar o sul, o centro e o sudoeste da Ásia. Ao longo de sua história, o país assistiu a diversos invasores e conquistadores, embora em outras ocasiões reinos locais tenham invadido as regiões vizinhas. O Império Durrani, fundado em 1747, tinha por capital a cidade de Candaar; posteriormente, a capital foi transferida para Cabul e a maior parte do seu território foi cedida a países vizinhos. No final do século XIX, o Afeganistão tornou-se um Estado-tampão envolvido no "Grande Jogo" entre o Império Britânico e o Império Russo. Em 19 de agosto de 1919, após a Terceira Guerra Anglo-Afegã, o país recuperou a sua independência plena do Reino Unido.

Desde o final dos anos 1970, o Afeganistão vem sofrendo uma guerra civil contínua e brutal, que incluiu intervenções estrangeiras como a invasão soviética de 1979 e a recente ação chefiada pelos EUA que derrubou o regime dos talibãs. No final de 2001, o Conselho de Segurança das Nações Unidas autorizou a criação de uma Força Internacional de Assistência para Segurança (ISAF, em inglês), composta por tropas da OTAN que apóiam os esforços do governo do Presidente Hamid Karzai para estabelecer o império da lei e para reconstruir a infra-estrutura do país. Em 2005, o país assinou com os EUA um acordo de parceria estratégica que prevê uma relação de longo prazo entre as duas partes. Vários milhões de dólares foram recebidos da comunidade internacional para investimentos na reconstrução do país.


Artigos selecionados

Hamid Karzai and US Special Forces.jpg

A invasão do Afeganistão pelos Estados Unidos ocorreu após os ataques de 11 de setembro no final de 2001, apoiada por aliados próximos. Os seus objetivos públicos eram desmantelar a Al-Qaeda, e negar-lhes uma base segura de operações no Afeganistão removendo o Talibã do poder. O Reino Unido foi um aliado fundamental dos Estados Unidos, oferecendo suporte para a ação militar desde o início dos preparativos para a invasão. Em agosto de 2003, a OTAN envolveu-se como uma aliança, que assumiu o comando da Força Internacional de Assistência à Segurança.

O presidente dos Estados Unidos George W. Bush exigiu que o Taliban entregasse Osama bin Laden e expulsasse a al-Qaeda, bin Laden já estava sendo procurado pela ONU desde 1999. O Taliban se recusou a extraditá-lo, a menos que lhes fossem dado o que eles consideravam provas convincentes do seu envolvimento nos ataques de 11 de setembro e ignoraram demandas para fechar bases terroristas e entregar outros suspeitos de terrorismo além de bin Laden. O pedido foi indeferido pelos Estados Unidos como uma manobra dilatória sem sentido e lançaram a Operação Enduring Freedom em 7 de outubro de 2001 com o Reino Unido. Os dois se juntaram posteriormente a outras forças, incluindo a Aliança do Norte. Os Estados Unidos e seus aliados expulsaram o Taliban do poder e construíram bases militares perto de grandes cidades em todo o país.


Biografia selecionada

Mohammed Omar (em pachto: ملا محمد عمر; Nodeh, c. Kandaar, 19501962 - Paquistão, 2013), chamado simplesmente de Mulá Omar, foi o líder do Taliban, movimento radical islâmico do Afeganistão, e chefe de Estado de facto do país de 1996 a 2001 sob o título oficial de Chefe do Conselho Supremo. Também manteve o título de Amir al-Mu'minin ("Comandante dos Fieis"), utilizado no Emirado Islâmico do Afeganistão. Foi procurado pelas autoridades dos Estados Unidos por "dar guarida a Osama bin Laden e à sua rede Al-Qaeda nos anos que antecederam e no período durante e imediatamente posterior aos ataques de 11 de setembro." Acreditava-se que estava conduzindo o Taliban em sua guerra contra o governo de Hamid Karzai e as tropas internacionais da OTAN no país a partir do Paquistão.

Durante seu mandato como emir do Afeganistão Omar saiu poucas vezes de Candaar, e raramente se encontrou com forasteiros, preferindo confiar em seu Ministro do Exterior, Wakil Ahmed Muttawakil, para a maior parte das necessidades diplomáticas.


WikiProjetos

Afganistan locator map1.svg Você está convidado a participar do WikiProjeto Ásia, um WikiProjeto dedicado a desenvolver e melhorar artigos sobre o Afeganistão. Flag of Afghanistan.svg


Imagem selecionada

Hamid Karzai with George and Laura Bush at Camp David.jpg

Visita do presidente Hamid Karzai aos Estados Unidos em agosto de 2007, onde foi recebido por George e Laura Bush em Camp David, em Maryland.

Sabia que?

Arghandab district fruit farmer.jpg
  • ... que há ainda uma grande quantidade de gastrópodes que ainda não foram descobertos no Afeganistão?
  • ... que alguns líderes botânicos acreditam que o Afeganistão é o berço do cultivo da romã (foto)?
  • ... que Samangan (Aybak), a capital da província de Samangan, encontra-se no rio Khulm?


Categorias

Coisas que você pode fazer

Colabore!

Agradecemos o seu interesse por ampliar e melhorar os artigos relacionados com o Afeganistão na Wikipédia! Abaixo algumas coisas que esperam a sua colaboração:

  • Ajude a manter este portal atualizado.
  • Dê suas sugestões, críticas ou elogios na Página de discussão.
  • Crie artigos de destaque relacionados a esse país dando visibilidade ao assunto escolhido.
  • Adicione novas imagens na galeria.


Portais relacionados

Wikimedia

Afeganistão no Wikinotícias     Afeganistão no Wikiquote     Afeganistão no Wikilivros     Afeganistão no Wikisource     Afeganistão no Wikcionário     Afeganistão na Wikiversidade     Afeganistão no Wikivoyage     Afeganistão no Commons
Notícias Citações Livros didáticos e manuais Biblioteca Definições Recursos de aprendizado Guias de viagem Imagens e mídia
https://pt.wikinews.org/wiki/Special:Search/Afeganist%C3%A3oWikinews-logo.png
https://pt.wikiquote.org/wiki/Special:Search/Afeganist%C3%A3oWikiquote-logo.svg
https://pt.wikibooks.org/wiki/Special:Search/Afeganist%C3%A3oWikibooks-logo.png
https://pt.wikisource.org/wiki/Special:Search/Afeganist%C3%A3oWikisource-logo.svg
https://pt.wiktionary.org/wiki/Special:Search/Afeganist%C3%A3oWiktionary-logo.svg
https://pt.wikiversity.org/wiki/Special:Search/Afeganist%C3%A3oWikiversity-logo.svg
https://pt.wikiversity.org/wiki/Special:Search/Afeganist%C3%A3oWikivoyage-Logo-v3-icon.svg
//pt.wikipedia.org/wiki/Especial:Search/Commons:Afeganist%C3%A3oCommons-logo.svg

Purgar cache do servidor