Portal:Coreia do Norte

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Bem-vindo(a) ao portal da
República Popular Democrática da Coreia
조선민주주의인민공화국
 ver · editar  Introdução
Bandeira da Coreia do Norte
Bandeira da Coreia do Norte
Coreia do Norte em sua região
Coreia do Norte em sua região

A Coreia do Norte, oficialmente República Popular Democrática da Coreia (RPDC), é um país no leste da Ásia que constitui a parte norte da península coreana, com Pyongyang como capital e maior cidade do país. Ao norte e noroeste, o país é limitado pela China e pela Rússia ao longo dos rios Amnok (conhecido como o Yalu em chinês) e Tumen; é limitado ao sul pela Coreia do Sul, através da Zona Desmilitarizada Coreana (ZDC), que separa os dois países. No entanto, o Norte, como o seu homólogo do Sul, afirma ser o governo legítimo de toda a península coreana e de suas ilhas adjacentes. Tanto a Coreia do Norte quanto a Coreia do Sul se tornaram membros das Nações Unidas em 1991.

Em 1910, a Coreia foi anexada pelo Império do Japão. Em 1945, após a rendição japonesa no final da Segunda Guerra Mundial, a Coreia foi dividida em duas zonas, com o norte ocupado pela União Soviética e o sul ocupado pelos Estados Unidos. Negociações sobre a reunificação fracassaram e, em 1948, governos separados foram formados: a socialista República Popular Democrática da Coreia, no norte, e a capitalista República da Coreia, no sul. Uma invasão iniciada pelo Norte levou à Guerra da Coreia (1950-1953). O Acordo de Armistício Coreano provocou um cessar-fogo, mas nenhum tratado de paz jamais foi assinado.

A Coreia do Norte oficialmente se descreve como um Estado socialista autossuficiente e formalmente realiza eleições. Vários analistas, no entanto, classificam o governo do país como uma ditadura stalinista totalitária, particularmente por conta do intenso culto de personalidade em torno de Kim Il-sung e sua família. O Partido dos Trabalhadores da Coreia (PTC), liderado por um membro da família governante,detém o poder e lidera a Frente Democrática para a Reunificação da Pátria, da qual todos os oficiais políticos são obrigados a ser membros. Juche, a ideologia de autossuficiência nacional, foi introduzida na constituição em 1972. Os meios de produção são de propriedade do Estado através de empresas estatais e fazendas coletivizadas. A maioria dos serviços, como saúde, educação, habitação e produção de alimentos, também é subsidiada ou financiada pelo Estado. O país segue a política Songun, ou "militares em primeiro lugar", com um total de de pessoas entre soldados ativos, na reserva e paramilitares. Seu exército ativo, de 1,21 milhão de homens, é o quarto maior do mundo, depois da China, dos Estados Unidos e da Índia. O país também possui armas nucleares.


 ver · editar Artigo destacado

O Dia do Sol (em coreano: 태양절; hanja: 太陽節; rr: Taeyangjeol) é um feriado anual na Coreia do Norte que ocorre em 15 de abril, no aniversário de nascimento de Kim Il-sung, fundador e presidente eterno da Coreia do Norte. É o feriado nacional mais importante do país, e é equivalente ao Natal norte-coreano. O aniversário de Kim, que era feriado oficial desde 1968, foi renomeado para Dia do Sol em 1997, três anos após sua morte. O nome toma o significado de seu nome; Il-sung em coreano significa "tornar-se o sol".

Os norte-coreanos comemoram o feriado visitando locais que têm uma conexão com a vida do líder, como as milhares de estátuas espalhadas pelo país, ou Mangyongdae, seu local de nascimento na capital Pyongyang. As mais importantes observâncias acontecem na capital, incluindo visitas ao Palácio do Sol de Kumsusan, onde o corpo de Kim Il-sung está em repouso, e o Grande Monumento da Colina Mansu, que apresenta uma estátua colossal do líder. O Estado procura fornecer aos seus cidadãos mais comida e eletricidade do que normalmente está disponível, mas isso nem sempre é garantido. As crianças, em particular, recebem doces e outros presentes atribuídos ao amor demonstrado pelos líderes.


 ver · editar Você sabia que...

... 100% da população norte-coreana é alfabetizada?

... o maior estádio do mundo é localizado na Coreia do Norte? Foi inaugurado em 1989, chama-se Estádio Primeiro de Maio Rungrado e é localizado na capital Pyongyang. Tem capacidade para 150 000 espectadores, embora já tenha recebido 190 000 espectadores, em um evento de luta em 1995.

... o Hotel Ryugyong, localizado em Pyongyang, é uma das maiores construções do planeta, tendo 330 m (1,083 ft) de altura, 105 andares e área total de 360,000 m²?

... os termos "Coreia do Norte" ou "norte-coreano" podem ser considerados ofensivos? Na República Popular Democrática da Coreia existe apenas uma Coreia (então dividida por potências estrangeiras). Qualquer mapa escolar no país mostra uma Coreia unida, como um único país sem divisões, com a capital sendo Pyongyang.

... o metrô de Pyongyang é o mais profundo do mundo, ficando a 110 metros de profundidade do solo e suas estações, em caso de emergência, podem ser utilizadas como bunkers de proteção para a população?

... uma viagem utilizando o sistema de transporte público (ônibus e metrô) custa o equivalente a apenas 3 centavos de dólar?

... Kim Il-sung foi o único presidente eterno de uma república no mundo?

... cerca de 10 milhões de norte-coreanos estão aptos a integrar o Exército Popular da Coreia (as Forças Armadas da Coreia do Norte)?

... 90% da terra é trabalhada cooperativamente?

... o homem adulto norte-coreano tem uma estatura média de 1,65 cm, cerca de 3 centímetros a menos que os sul-coreanos? Essa característica vem sendo relacionada, pela mídia ocidental, a uma suposta má alimentação do povo da Coreia do Norte, embora estudos comprovem que a maior parte das variações de altura entre as populações é de motivação genética.

... que o líder norte-coreano Kim Il-sung (foto) creditou o professor chinês Shang Yue ao ter-lhe apresentado os clássicos chineses e a literatura russa?


 ver · editar Predefinições
 ver · editar Como colaborar
Colabore!
Colabore!

Agradecemos o seu interesse por ampliar e melhorar os artigos relacionados com a Coreia do Norte na Wikipédia! Abaixo algumas coisas que esperam a sua colaboração.


 ver · editar Imagem destacada
Monumento à Revolução Socialista no Grande Monumento da Colina Mansu, Pyongyang
 ver · editar Biografia destacada
Kim Hyong-gwon foi um revolucionário coreano. Ele é conhecido por ter atacado uma delegacia japonesa na Coreia ocupada pelos japoneses e por seu falecimento na prisão de Seodaemun, em Seul, onde cumpria sua sentença. Kim Hyong-gwon era tio do líder e fundador da Coreia do Norte, Kim Il-sung. Ele está entre os membros mais famosos da família Kim na propaganda norte-coreana. O condado de Kimhyonggwon, na Coreia do Norte, recebeu o nome dele.


 ver · editar Categorias
 ver · editar Mapa

Mapa da Guerra da Coreia de maio de 1950 a julho de 1951 mostrando:
  Forças chinesas e comunistas (União Soviética)
  Forças norte-coreanas
  Forças sul-coreanas, estadunidenses e das Nações Unidas