Portal:Líbia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bem-vindo ao
Portal da Líbia
Qaser el haj.jpgLibya 5391 Ubari Lakes Luca Galuzzi 2007.jpgTemple of Zeus Cyrene.jpgTheatre of Sabratha, Libya.jpg


Líbia

Flag of Libya.svg
The emblem on the passport of Libya.svg
LocationLibya.svg

Líbia (em árabe: ليبيا; transl.: Lībiyā, em árabe líbio: Lībya; em berbere: ⵍⵉⴱⵢⴰ) é um país do norte de África, limitado a norte pelo Mar Mediterrâneo, a leste pelo Egito e pelo Sudão, a sul pelo Chade e pelo Níger e a oeste pela Argélia e pela Tunísia. Sua capital é Trípoli.

Com uma área de quase 1,8 milhões de quilômetros quadrados, a Líbia é o quarto maior país da África por área, e o décimo sétimo maior do mundo. A maior cidade, Tripoli, é o lar de 1,7 milhão dos 6,4 milhões de pessoas da Líbia. As três partes tradicionais do país são Tripolitânia, Cirenaica e Fezã.

Em 2009, a Líbia teve o maior IDH na África e o quarto maior PIB per capita da África, atrás de Seychelles, Guiné Equatorial e Gabão. A Líbia dispõe da décima maior reserva de petróleo comprovada de qualquer país do mundo e da décima sétima mais alta produção de petróleo.

Como resultado da guerra civil de fevereiro a outubro de 2011 e do colapso do regime de Gadafi, que estava no poder há mais de 40 anos, a Líbia é atualmente administrada por um governo interino, conhecido como Conselho Nacional de Transição.


Artigos selecionados

A Líbia possui armas químicas e mísseis balísticos e armas nucleares anteriormente exercidas sob a liderança de Muamar Gadafi. Em 19 de dezembro de 2003, Gadafi anunciou que a Líbia iria voluntariamente eliminar todos os materiais, equipamentos e programas que poderiam levar a armas internacionalmente proscritas, incluindo armas de destruição em massa e mísseis balísticos de longo alcance. A Líbia assinou o Tratado de Não-Proliferação Nuclear (TNP) em 1968 e ratificou em 1975, e concluiu um acordo de salvaguardas com a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), em 1980. Os Estados Unidos e o Reino Unido ajudaram a Líbia na remoção de equipamentos e material de seu programa de armas nucleares, com verificação independente da AIEA. A Líbia aderiu à Convenção sobre as Armas Químicas em 5 de fevereiro de 2004 e começou a destruir suas munições químicas no final daquele ano, mas perdeu os prazos para a conversão de uma instalação de produção de armas químicas para uso pacífico e para a destruição de seu estoque de agente mostarda.


Biografia

Muammar al-Gaddafi at the AU summit.jpg

Muammar Abu Minyar al-Gaddafi (em árabe: معمر القذافي, transl. Loudspeaker.svg? Muʿammar al-Qaḏḏāfī; Sirte, 7 de junho de 1942 - Sirte, 20 de outubro de 2011) foi um militar, político, ideólogo e ditador líbio, sendo o de facto chefe de estado do seu país entre 1969 e 2011.

Gaddafi chegou ao poder em 1969, sem derramar sangue, por meio de um golpe de Estado e assumiu a função formal de Chefe da Nação até 1977, quando renunciou o comando do chamado Conselho do Comando Revolucionário da Líbia e alegou apenas ser uma figura simbólica do governo.

Internamente, seu regime usa os recursos financeiros do país para desenvolver infra-estrutura, educação e o sistema de saúde; as liberdades políticas são nulas e o poder se baseia em um sistema de terror e vigilância contínua da população. Internacionalmente, Gaddafi defende o pan-arabismo e o pan-africanismo, não hesitando em usar rendimentos do petróleo para financiar outras organizações terroristas e insurgências em todo o mundo. É geralmente considerado como responsável pelo atentado de Lockerbie em 1988 e pelo ataque contra o voo UTA 772 em 1989, que matou 440 pessoas. Posteriormente, faz uma mudança de atitude diplomática e consegue percorrer internacionalmente, posicionando-se como aliado ocidental na "guerra contra o terrorismo."

A partir de fevereiro de 2011, o seu poder, em vigor há mais 41 anos, é ameaçado por uma revolta armada e depois em guerra civil. Após a tomada de Trípoli pelos rebeldes em agosto de 2011, Muammar Gaddafi foge da capital. Foi morto em 20 de outubro na região de Sirte.


Imagem selecionada

Sabia que?

... que os Estados Unidos atacaram a Líbia primeiramente em 1815, depois novamente em 1981, 1986, 1989 e agora em 2011?

... que em 1963 as mulheres da Líbia receberam o direito de votar?

... que a Líbia tornou-se membro da Liga dos Estados Árabes em 1953?

... que Trípoli é a maior cidade da Líbia?


Categorias

Coisas que você pode fazer

Colabore!

Agradecemos o seu interesse por ampliar e melhorar os artigos relacionados com a Líbia na Wikipédia! Abaixo algumas coisas que esperam a sua colaboração:


WikiProjetos

Libya map icon temp use.png Você está convidado a participar do WikiProjeto África, um WikiProjeto dedicado a desenvolver e melhorar artigos sobre o Líbia. Flag of Libya (1951–1969).svg


Wikimedia

Líbia no Wikinotícias     Líbia no Wikiquote     Líbia no Wikilivros     Líbia no Wikisource     Líbia no Wikcionário     Líbia na Wikiversidade     Líbia no Wikivoyage     Líbia no Commons
Notícias Citações Livros didáticos e manuais Biblioteca Definições Recursos de aprendizado Guias de viagem Imagens e mídia
https://pt.wikinews.org/wiki/Special:Search/L%C3%ADbiaWikinews-logo.png
https://pt.wikiquote.org/wiki/Special:Search/L%C3%ADbiaWikiquote-logo.svg
https://pt.wikibooks.org/wiki/Special:Search/L%C3%ADbiaWikibooks-logo.png
https://pt.wikisource.org/wiki/Special:Search/L%C3%ADbiaWikisource-logo.svg
https://pt.wiktionary.org/wiki/Special:Search/L%C3%ADbiaWiktionary-logo.svg
https://pt.wikiversity.org/wiki/Special:Search/L%C3%ADbiaWikiversity-logo.svg
https://pt.wikiversity.org/wiki/Special:Search/L%C3%ADbiaWikivoyage-Logo-v3-icon.svg
//pt.wikipedia.org/wiki/Especial:Search/Commons:L%C3%ADbiaCommons-logo.svg

Purgar cache do servidor