Portal:Camarões

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Coat of arms of Cameroon.svg Bem vindo ao
Portal de Camarões
Musician in Cameroon 061123-F-0560B-482.jpgNyos Lake.jpgElephants around tree in Waza, Cameroon.jpgMenchum Falls NWprovince Cameroon.jpg
 ver · editar Camarões
Flag of Cameroon
Coat of arms of Cameroon
Location on the world map

Camarões, oficialmente a República dos Camarões ou ainda República do Cameroun (francês: République du Cameroun), é um país da região ocidental da África Central. Faz fronteira com a Nigéria a oeste; Chade a nordeste; República Centro-Africana a leste; e Guiné Equatorial, Gabão e República do Congo, ao sul. O litoral dos Camarões encontra-se no Golfo do Biafra, parte do Golfo da Guiné e do Oceano Atlântico. O país é muitas vezes referida como "África em miniatura ", pela sua diversidade geológica e cultural. Recursos naturais incluem praias, desertos, montanhas, florestas tropicais e savanas. O ponto mais alto é o Monte Camarões no sudoeste, e as cidades mais populosas são Douala, a capital Iaundé (em francês, Yaoundé) e Garoua. Camarões é o lar de mais de 200 grupos linguísticos diferentes. O país é conhecido por seus estilos musicais nativos, especialmente makossa e bikutsi, e pela sua bem-sucedida seleção nacional de futebol. Francês e inglês são as línguas oficiais.

Os antigos habitantes do território incluem a civilização Sao em torno do Lago Chade e os caçadores-coletores Baka nas florestas tropicais do sudeste. Exploradores portugueses chegaram ao litoral no século XV e nomearam a área de Rio dos Camarões, que se tornou Cameroon em Inglês. Os soldados Fulani fundaram o Emirado Adamawa, no norte, durante o século XIX, e vários grupos étnicos do oeste e noroeste estabeleceram tribos poderosas e fondoms. Camarões foi elevado à categoria de colônia alemã em 1884 conhecido como "Kamerun" .

Após a Primeira Guerra Mundial, o território foi dividido entre a França e a Grã-Bretanha como mandatos da Liga das Nações. A Union des Populations du Cameroun (UPC) é um partido político que defendeu a independência, mas o partido foi proibido pela França em 1950. O país travou uma guerra contra as forças militantes franceses e da UPC até 1971. Em 1960, a parte dos Camarões administrada pelos franceses tornou-se independente como a República dos Camarões sob a presidência de Ahmadou Ahidjo. A parte sul dos Camarões Britânicos fundiu-se com o Camarões francês em 1961 para formar a República Federal dos Camarões. O país foi renomeado República Unida dos Camarões em 1972 e a República dos Camarões, em 1984.

Em comparação com outros países africanos, Camarões goza de estabilidade política e social relativamente alta. Isso permitiu o desenvolvimento da agricultura, estradas, ferrovias e grandes indústrias de petróleo e madeira. No entanto, um grande número de camaroneses vivem na pobreza como agricultores de subsistência. O poder está firmemente nas mãos do presidente autoritário a partir de 1982, Paul Biya, e do Movimento Democrático Popular dos Camarões. Os territórios anglófonos dos Camarões têm crescido cada vez mais alienado do governo, e os políticos daquelas regiões têm chamado para uma maior descentralização e mesmo a separação (por exemplo, o Conselho Nacional de Camarões do Sul) dos antigos territórios governados pelos britânicos.



 ver · editar Artigos selecionados
Bakassi.jpg

Bakassi é uma península da República dos Camarões, na costa atlântica de África. Foi administrada pela Nigéria até o Tribunal Internacional de Justiça ter sentenciado em 2002 que o território é de soberania camaronesa, obrigando a sua cedência aos Camarões. Esta cedência ocorreu finalmente em 14 de agosto de 2008.


 ver · editar Você sabia…
  • ... que Camarões foi uma colônia alemã até a Primeira Guerra Mundial?
  • ... que Martin-Paul Samba deixou de ser um colaborador que favorecida os colonizadores alemães para ser um líder rebelde temido no Camarões colonial?
  • ... que Kate Fotso, a mulher mais rica dos Camarões, é conhecida como a "dama de ferro da indústria do cacau"?


 ver · editar Categorias
 ver · editar Mapa

Cameroon boundary changes-es.svg


Mapa mostrando a evolução territorial dos Camarões.

 ver · editar Imagem selecionada
BRD - Kamerun.jpg

Seleção Camaronesa de Futebol contra a Alemanha, 17 de novembro de 2004.


 ver · editar Biografia selecionada

Samuel Eto'o - Inter Mailand (1).jpg

Samuel Eto'o Fils (pronúncia em francês: ​[samɥɛl eto fis]; Douala, 10 de março de 1981) é um futebolista camaronês que atua como atacante e atualmente é o capitão da Seleção Camaronesa de Futebol.

Eto'o marcou mais de 100 gols em cinco temporadas com o Futbol Club Barcelona e também é o recordista em número de aparições por um jogador africano em La Liga. Em junho de 2009, foi terceiro maior artilheiro da história do Barça, junto com Rivaldo. Ele foi o segundo jogador a ter marcado em duas finais separadas da Liga dos Campeões da UEFA.

Como membro da seleção nacional dos Camarões, fez parte do time que venceu o torneio olímpico de 2000; participou em duas Copas do Mundo e cinco Copas Africanas de Nações (sendo campeão duas vezes), e foi o maior artilheiro de todos os tempos na história da Taça das Nações Africanas, com 18 gols.


 ver · editar WikiProjetos
 ver · editar Coisas que você pode fazer
Colabore!

Agradecemos o seu interesse por ampliar e melhorar os artigos relacionados com Camarões na Wikipédia! Abaixo algumas coisas que esperam a sua colaboração.


 ver · editar Associados Wikimedia
Wikimedia-logo.svg
Camarões no Commons Camarões no Commons
Imagens e mídia
Camarões no Wikcionário Camarões no Wikcionário
Definições
Camarões no Wikilivros Camarões no Wikilivros
Livros didáticos e manuais
Camarões no Wikinotícias Camarões no Wikinotícias
Notícias
Camarões no Wikiquote Camarões no Wikiquote
Citações
Camarões no Wikisource Camarões no Wikisource
Biblioteca
Camarões na Wikiversidade Camarões na Wikiversidade
Recursos de aprendizado

Recarregar