Marcos Coelho Neto (pai)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Marcos Coelho Neto (Vila Rica, 1740 ou 1746[1] — ?, 1806) foi um músico brasileiro. Foi exímio trompista, e trabalhou como compositor e regente junto à Irmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar, entre 1779 e 1797. Também consta ter participado da montagem de óperas e dramas.

Foi pai de um compositor de mesmo nome, Marcos Coelho Neto, e pesquisas recentes indicam que boa parte das peças a ele atribuídas seriam em verdade de autoria do filho.

Tanto o pai como o filho foram membros das irmandades de São José dos Homens Pardos e de Nossa Senhora das Mercês de Cima, onde atuaram como executantes de trompa e clarim.[1]

Referências

  1. a b CASTAGNA, Paulo. (2004). A música religiosa mineira no século XVIII e primeira metade do século XIX. <http://www.ia.unesp.br/docentes/castagna/hmb/HMB_2004_apostila06.pdf Arquivado em 21 de maio de 2009, no Wayback Machine.>. São Paulo: Apostila do curso História da Música Brasileira - Instituto de Artes da UNESP

Outras referências[editar | editar código-fonte]

  • Resumo biográfico
  • Baltazar, Carlos Alberto & Duprat, Rogério. Encarte para o CD Música do Brasil Colonial. São Paulo: Paulus/Brasilessentia Grupo Vocal e Orquestra, 1997.