Marián Hossa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marián Hossa
Nascimento 12 de janeiro de 1979 (39 anos)
Cidadania Eslováquia
Estatura 188 centímetros
Peso 95 quilogramas
Ocupação jogador do hoquei de gelo
Prêmios Copa Stanley

Marián Hossa (Stará Ľubovňa, 12 de janeiro de 1979) é um jogador profissional de hóquei no gelo da Eslováquia, atualmente jogando pelo Chicago Blackhawks.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em 1997, Hossa foi recrutado pelo Ottawa Senators, que defendeu até 2003–04. Logo após a greve dos jogadores, que eliminou a temporada de 2004–05, foi trocado para o Atlanta Thrashers, que defendeu até ser trocado para o Pittsburgh Penguins. O ponta direita chegou a Pittsburgh em 26 de fevereiro de 2008, junto com Pascal Dupuis, em troca de Colby Armstrong, Erik Christensen, Angelo Esposito e uma escolha de primeira rodada no recrutamento de 2008.[1] Em 2009, Hossa defendeu o Detroit Red Wings, onde ganhou notoriedade graças ao que muitos chamam de "A Maldição de Marián Hossa": os Red Wings foram derrotados pelos Penguins nas finais da liga e amargaram o vice-campeonato. No ano anterior, ainda jogando pelos Penguins, Hossa também foi vice-campeão, dessa vez perdendo a final para os Red Wings.

Jogando pelos Blackhawks, Hossa acabou por vencer a Stanley Cup em 2010 após a sua equipa ter derrotado nas finais o Philadelphia Flyers.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]