Maxillopoda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Fevereiro de 2010). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Como ler uma infocaixa de taxonomiaMaxillopoda
Cyclops.jpg
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Subfilo: Crustacea
Classe: "Maxillopoda"
Dahl, 1956
Subclasses
Thecostraca (1,320 espécies)

Tantulocarida (1,200 espécies)
Branchiura (200 espécies)
Pentastomida (100+ espécies)
Mystacocarida (12 espécies)
Copepoda (14,000 espécies)
Ostracoda (13,000 espécies)

"Maxillopoda" é uma classe de crustáceos caracterizada pela redução dos seus abdómens e apêndices. Os grupos com maior riqueza de espécies são os cirrípedes (cracas e percebes) e os copépodes.[1]

As suas cabeças são compostas por cinco segmentos, o tórax por seis segmentos e o abdome por quatro segmentos, bem como por um télson. Não existem apêndices ligados ao abdome.

As espécies deste grupo vivem em água doce, salobra, salgada e hipersalina. Os copépodes são componentes importantes do zooplâncton. É a única classe dos crustáceos com representantes parasitas.

Referências

  1. «Cirrípede». Michaelis On-Line. Consultado em 5 de agosto de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre Crustáceos, integrado no Projeto Artrópodes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.