Milu Villela

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Maria de Lourdes Egydio Villela Embaixador(a) da boa vontade da UNESCO (8 de setembro de 1943) é uma psicóloga, empresária e filantropa brasileira.[1]

Filha de Eudoro Libânio Villela e de Maria de Lourdes Egydio de Souza Aranha, descendente de Maria Luzia de Souza Aranha, viscondessa de Campinas.[2] É formada pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e é a atual presidente do Museu de Arte Moderna de São Paulo e vice-presidente da ITAÚSA, empresa da qual é uma das maiores acionistas. Na lista de bilionários feita pela revista Forbes em 2011, aparece com uma fortuna estimada em dois bilhões de dólares.[3][4]

Referências

  1. «Valor Econômico mostra quem são 'os discretos herdeiros do Itaú'». Contraf CUT. 8 de setembro de 2008. Consultado em 23 de dezembro de 2021 
  2. «Folha de S.Paulo - Herdeira de banco só trabalha de graça - 13/05/2001». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 23 de dezembro de 2021 
  3. «Dirigentes - MAM». Museu de Arte Moderna 
  4. «Voluntariado: Milú Villela discursa na Assembléia da ONU». Folha de S.Paulo. 26 de novembro de 2002 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.