Mimuna

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde Dezembro de 2008). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Mimuna é uma festa judaica de origem marroquina que começa na noite do último dia do Pessach ou Páscoa judaica.

A Mimuna marca o fim da proibição de alimentar-se com o chametz, isto é, pão e outros produtos que contenham massa fermentada, que são proibidos durante toda a semana de Pessach.

Na Mimuna, o costume é comer doces e festejar até a madrugada, passando de casa a casa da vizinhança. A origem do nome da festa é disputado, mas provavelmente vem do nome Maimon, o pai de Maimónides, o grande filósofo judeu marroquino que morreu na data da Mimuna.

Outra possibilidade sobre a origem do nome seria da palavra árabe "mimun", que significa "sorte".

Em Israel, a Mimuna tornou-se em uma festa popular, não somente de judeus marroquinos. Políticos israelenses saem nos parques e nas festas para se popularizar.

História[editar | editar código-fonte]

Embora a prática só tenha começado a ser registrada em meados do século XVIII,[1] sua derivação e etimologia são antigas. Possíveis derivações para o nome "Mimouna" são: "Rabino Maimon ben Yosef" (pai do Rambam Maimonides). Assim, a Mimouna pode marcar a data de seu nascimento ou morte;[1] a palavra hebraica "emuna" (em hebraico: אמונה, significando "fé") ou "ma'amin" (em hebraico: {{{1}}}, significando "eu acredito");[1][2] a palavra árabe para "riqueza" ou "boa sorte"[2] como neste dia, de acordo com o “[midrash]]”, o ouro e jóias dos afogados egípcios foram arrastados para a margem do Mar Verelho e enriqueceram os israelitas.

Referências

  1. a b c Enkin, Ari (13 de abril de 2014). «Mimouna: A Moroccan Jewish Celebration». unitedwithisrael.org. Consultado em 23 de setembro de 2015. 
  2. a b Jewish Agency (26 de junho de 2005). «Mimouna». jewishagency.org. The Jewish Agency for Israel. Consultado em 23 de setembro de 2015.