Monochrome Display Adapter

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vídeo de fósforo verde num IBM-PC, conectado a uma placa MDA.

O MDA (Adaptador de Vídeo Monocromático), placa MDA ou Monochrome Display and Printer Adapter (MDPA) foi introduzido em 1981 pela IBM como placa padrão de vídeo para o PC. O MDA não possuía qualquer espécie de modo gráfico; ele apresentava apenas um modo texto monocromático (PC video mode 7), o qual podia exibir 80 colunas por 25 linhas de caracteres em alta resolução.

Características[editar | editar código-fonte]

A placa padrão IBM MDA continha 4 Kb de memória de vídeo. A precisão dos caracteres em alta resolução dos MDAs era uma característica pensada para facilitar o uso corporativo e em edição de textos. Cada caractere era desenhado numa caixa de 9×14 pixéis, dos quais 7×11 constituíam o caractere em si (os outros pixels eram usados para o espaço entre as colunas e linhas do caractere).

O MDA apresentava os seguintes atributos de vídeo: invisível, sublinhado, normal, brilhante (negrito), vídeo invertido e piscante; alguns destes atributos podiam ser combinados, por exemplo, texto em negrito e sublinhado podia ser produzido.

 
Atributo Representação
Invisível Invisível
Normal Normal
Sublinhado Sublinhado
Brilhante Brilhante
Brilhante sublinhado Brilhante sublinhado
Vídeo invertido Vídeo invertido
Invisível invertido Invisível invertido

A resolução total teórica de tela do MDA era de 720×350 pixéis. Este número é obtido multiplicando-se a largura de um caractere (9 pixéis) pelas colunas de texto (80), e a altura de um caractere (14 pixéis) pelas linhas de texto (25). Todavia, o MDA não podia endereçar pontos individuais; ele só podia trabalhar em modo texto, limitando a escolha a exibição de padrões de 256 caracteres. Seu conjunto de caracteres é conhecido como código de página 437. Os padrões de caracteres eram armazenados em ROM na placa, e assim não podiam ser alterados por software. O único modo de produzir conteúdos de tela "gráficos" era através de arte ANSI.

O MDA original da IBM incluía uma porta paralela de impressora (daí seu nome original de "Monochrome Display and Printer Adapter"), evitando assim a necessidade de uma interface paralela separada em computadores munidos de uma MDA.

Especificações[editar | editar código-fonte]

Conector[editar | editar código-fonte]

Números dos pinos (olhando para o soquete):

DE9 Diagram.svg

Pinagem[1]
Pino Função
1 Terra
2 Terra
3 Desconectado
4 Desconectado
5 Desconectado
6 Intensidade
7 Vídeo
8 Sinc. Horizontal
9 Sinc. Vertical

Sinal[editar | editar código-fonte]

Tipo Digital, TTL
Resolução 720h × 350v
Freq.-H 18,432 kHz
Freq.-V 50 Hz
Cores 2-4[2]

Adaptadores concorrentes[editar | editar código-fonte]

Existiam dois adaptadores concorrentes disponíveis, facilmente encontráveis:

  • Para utilizadores de PCs que necessitassem de gráficos em bitmap e/ou cores, a IBM oferecia seu Adaptador Gráfico Colorido (também conhecido como CGA), lançado na mesma época do MDA. O CGA era originalmente mais caro e projectado para ser uma solução de alto nível; todavia, a baixa resolução de seus caracteres em modo texto (se comparados com o MDA) fizeram com que as placas CGA se tornassem menos atraentes para fins corporativos.
  • Introduzida em 1982, a Hercules Graphics Card (também conhecida como HGC) não era produzida pela IBM, e oferecia tanto o modo texto em alta resolução do MDA quanto um modo gráfico monocromático. Ela podia endereçar pixéis individuais e exibir uma imagem em preto e branco de 720×348 pontos. Esta resolução era melhor do que a mais alta resolução monocromática que uma placa CGA poderia oferecer. Assim, mesmo sem qualquer capacidade de exibir cores, a placa Hércules oferecia gráficos monocromáticos sem sacrificar a qualidade do modo texto equivalente ao MDA, o que sem dúvida foi uma opção bem atraente para muitos.

Referências

  1. IBM Personal Computer Hardware Library: Technical Reference (Edição revista, 1983)
  2. Eram possíveis quatro combinações de valores para os pinos de Intensidade e Vídeo, mas nem todos os monitores as exibiam como níveis distintos de intensidade.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]