Monstro Labatut

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Monstro Labatut é uma entidade mística do folclore do sertão nordestino do Brasil[1].

Conhecido na região da Chapada do Apodi, na divisa entre o Ceará e o Rio Grande do Norte, o Monstro Labatut tem forma humana, de origem européia com elementos indígenas. Seus pés são redondos, suas mãos são compridas, os cabelos são longos e assanhados e seu corpo é cabeludo, tendo só um olho na testa e seus dentes são como os do elefante, sendo considerado pelos nativos, pior que o lobisomem, a caipora e o cão coxo.

Esta entidade folclórica nasceu pela lembrança que os nativos tinham do General francês Pedro Labatut, quando ali passou, combatendo os revoltosos contrários a unificação do país, na Guerra de Independência do Brasil. O lendário general mercenário não poupava seu adversários, sendo extremamente violento e muito cruel[2].

O monstro possui a particularidade de comer as crianças por terem a carne mais mole e sai a caça nas ruas e estradas desertas, em noites de vento ou de lua cheia.

Referências

  1. Labatut Dicionário de Folclore para Estudantes - acessado em 7 de fevereiro de 2012
  2. O Monstro Labatut Acemprol - Brasilian Host - acessado em 7 de fevereiro de 2012

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • GOMES, Laurentino. 1822 - Como um homem sábio, uma princesa triste e um escocês louco por dinheiro ajudaram D. Pedro a criar o Brasil, um país que tinha tudo para dar errado. Rio de Janeiro: Ed. Nova Fronteira, 2010 - pag. 203.