Mosteiro de São João, o Teólogo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pix.gif Centro Histórico (Chora) com o Mosteiro de São João o Teólogo e a Caverna do Apocalipse na Ilha de Patmos *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Chora-of-Patmos.JPG
Chora de Patmos
País  Grécia
Tipo Cultural
Critérios iii, iv, vi
Referência 942
Região** Europa e América do Norte
Coordenadas 37° 18′ N 26° 33′ E
Histórico de inscrição
Inscrição 1999  (23ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.
** Região, segundo a classificação pela UNESCO.

O Mosteiro de São João o Teólogo (em grego: Μονή Αγίου Ιωάννου του Θεολόγου) é um mosteiro ortodoxo situado na ilha de Patmos na Grécia.

Foi incluído como Patrimônio Mundial da UNESCO em 1999.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1088 o imperador bizantino Aleixo I Comneno deu a ilha de Patmos ao soldado-pastor João Cristódulo. A maior parte do mosteiro foi completada por Cristódulo três anos depois; ele fortificou muito o exterior por causa das ameaças de pirataria e de dos turcos.[1] 330 raros manuscritos encontram-se na biblioteca, sendo 82 do Novo Testamento.[2]

Em 2012, moravam 40 monges neste mosteiro.

Referências

  1. «Monastery of St. John, Patmos». 20 de julho de 2010. Consultado em 13 de dezembro de 2010 
  2. Manuscripts by place no INTF.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]