Museu Nacional de Etnologia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Museu Nacional.
Museu Nacional de Etnologia
Tipo Etnologia
Antropologia
Inauguração 1965 (53 anos)
Visitantes 9 mil (1º semestre de 2015)
Administração
Diretor(a) Paulo Costa
Website oficial
Geografia
Coordenadas 38° 42' 17.28" N 9° 12' 30.60" O
Localidade Avenida Ilha da Madeira, Lisboa
Cidade Lisboa
País Portugal Portugal

O Museu Nacional de Etnologia criado em 1965 situa-se em Lisboa, na zona do Restelo.

O Museu é o detentor do património etnográfico de maior relevância a nível nacional, sendo responsável pela salvaguarda e gestão de cerca de meio milhão de espécimes patrimoniais.

As coleções etnográficas do Museu repartem-se entre dois núcleos distintos. Por um lado, as coleções reunidas pelo Museu Nacional de Etnologia, a partir da sua criação, em 1962, pela própria equipa que introduziu a moderna antropologia em Portugal. Estas coleções somam um total de 42.000 peças e são representativas de 80 países dos 5 continentes, com maior expressão das culturas africanas, asiáticas e ameríndias, assim como da própria cultura tradicional portuguesa.

Muitas destas coleções encontram-se exaustivamente documentadas no âmbito de pesquisas no terreno, sendo indissociáveis dos importantes arquivos (fotográfico, fílmico, sonoro e de desenho etnográfico) que constituem parte significativa do quase meio milhão de espécimes do património móvel do Museu.

O segundo núcleo das coleções etnográficas é constituído pelas 11.600 peças do acervo do Museu de Arte Popular, reunidas, na sua grande parte no âmbito de exposições de propaganda promovidas pelo Estado Novo nas décadas de 1930-1940, diferenciando-se largamente das coleções congéneres do Museu Nacional de Etnologia pelo menor grau, ou total ausência, de informação sobre a sua origem.

Na sequência da transferência do acervo do Museu de Arte Popular, em 2007, para o edifício do Museu Nacional de Etnologia, ambos os museus foram reunidos, em 2012, numa única unidade museológica – Museu Nacional de Etnologia / Museu de Arte Popular.

O museu possui também uma biblioteca com documentos da área da etnologia e da antropologia. [1]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]