Mycobacterium ulcerans

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaMycobacterium
Úlcera causada por Mycobacterium ulcerans.
Úlcera causada por Mycobacterium ulcerans.
Classificação científica
Reino: Bacteria
Filo: Actinobacteria
Classe: Actinobateria
Ordem: Actinomycetales
Família: Mycobacteriaceae
Género: Mycobacterium
Espécie: Mycobacterium ulcerans

Mycobacterium ulcerans (M. ulcerans) é uma actinobactéria, gram indefinida, microaerófila, de crescimento lento, e produz uma toxina necrosante e imunossupressora (micolactona) resultando em uma Úlcera de Buruli. Essa doença atinge geralmente a pele e os tecidos subcutâneos de braços ou pernas, dando origem a nódulos indolores, placas e ulcerações. Provavelmente é transmitida pela mordida de insetos aquáticos. É mais comum em menores de 15 anos, em áreas rurais da África e Oceania.[1]

Cultivo[editar | editar código-fonte]

M. ulcerans cresce de forma otimizada em meios para micobactérias de rotina a 33 ° C. Leva mais de uma semana para formar colônias. Não são nem gram negativas, nem gram positivas, devendo ser identificada usando a Coloração de Ziehl Neilsen, ou outra para bactérias ácido-álcool resistentes (BAAR).[2]

Resistências[editar | editar código-fonte]

Devido a sua parede celular peculiar, eles podem sobreviver por muito tempo a exposição a ácidos, bases, detergentes, oxidativos, lise pelo sistema de complemento e a maioria dos antibióticos, sendo imune a penicilinas. Doenças por micobactérias devem ser tratadas com antibióticos específicos, como claritromicina e rifamicina.

Referências

  1. http://www.who.int/topics/mycobacterium_ulcerans/en/
  2. McMurray DN (1996). "Mycobacteria and Nocardia". In Baron S et al. (eds.). Baron's Medical Microbiology (4th ed.). Univ of Texas Medical Branch. ISBN 0-9631172-1-1.