Nomofobia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde novembro de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Exemplo de um celular

Nomofobia é a fobia causada pelo desconforto ou angústia resultante da incapacidade de acesso à comunicação através de aparelhos celulares ou computadores.[1]

Surge quando alguém se sente impossibilitado de se comunicar ou se vê incontactável estando em algum lugar sem um aparelho de celular ou qualquer outro telemóvel ou dispositivo com internet ou, quando presentes, estes falham por motivos diversos. É um termo muito recente e tem origem nos diminutivos ingleses No-Mo, ou No-Mobile, que significam sem telemóvel. Daí a expressão "nomofobia" ou fobia de ficar sem um aparelho de comunicação móvel.

O termo surgiu na Inglaterra, onde mais de 50% da população é possuidora de telemóveis e mais de 13 milhões de britânicos, em pesquisa realizada pelo Instituto YouGov para o Departamento de Telefonia dos Correios britânicos.

Referências

  1. «Síndrome causada pela falta de celular». Consultado em 27 de abril de 2008. Arquivado do original em 6 de maio de 2008 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]