Numério Albano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Numério Albano
Morte século IV
Nacionalidade
Vexilloid of the Roman Empire.svg
Império Romano
Ocupação governador (presidente)
Religião paganismo

Numério Albano (em latim: Numerius Albanus) foi um oficial romano do século IV, ativo sob o imperador Constantino (r. 306–337). Um homem claríssimo, desempenhou a função de presidente (praeses) da província da Lusitânia em 336.[1] Seu ofício é atestado numa inscrição encontrada em Lisboa, no ano de 1771, nas ruínas das termas romanas dos Cássios, oriundas da antiga Olisipo. Segundo a inscrição, ele ordenou a reconstrução das termas desde seus alicerces e encarregou Aurélio Firmo da tarefa.[2][3]

Antes de Numério Albano exercer ofício, há menção, em outra inscrição (AE 1935, 4) descoberta em Emérita Augusta, a um oficial anônimo que serviu como presidente da Lusitânia durante o mandato do conde da Hispânia Severo (333/335).[4] Antes dele quem ocupou o posto foi Ceciliano.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Anônimo
Último mencionado: Ceciliano
Presidente da Lusitânia
376
Sucedido por
Júlio Saturnino

Referências

  1. a b Martindale 1971, p. 1089.
  2. Encarnação 2004, p. 483.
  3. Fernandes 2009, p. 198.
  4. Martindale 1971, p. 1021.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Martindale, J. R.; Jones, Arnold Hugh Martin; Morris, John (1971). The prosopography of the later Roman Empire - Vol. I AD 260-395. Cambridge e Nova Iorque: Cambridge University Press