Olímpio Ferreira Chaves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Olímpio Pires Ferreira Chaves foi um Major aviador e militar do Exército Português que pertenceu ao primeiro grupo de pilotos da Aviação Militar portuguesa.

Irmão de Maria Alexandrina Pires Ferreira Chaves, de Raul Pires Ferreira Chaves e de João Carlos Pires Ferreira Chaves.

Publicou, em 1918, Noções elementares de aviação,[1] o primeiro manual português de instrução de pilotagem e mecânica de aeronaves.

Terminou a carreira militar como Major da arma de Infantaria.

Recebeu o seu diploma de piloto em 10 de Maio de 1917, numa sessão realizada na Sociedade de Geografia de Lisboa, em que também foram entregues os diplomas aos outros 12 primeiros pilotos militares portugueses que eram - além de Olímpio Pires Ferreira Chaves - Azeredo e Vasconcelos, José Manuel Sarmento de Beires, Sousa Gorgulho, João Luís de Moura, Luís Cunha e Almeida, António Cunha e Almeida, Miguel Paiva Simões, Pereira Gomes J., Rosário Gonçalves, Duvale Portugal, Aurélio Castro e Silva, José Joaquim Ramires.[2]

A Aviação Militar foi oficialmente constituída em Portugal, em 1914, com a criação da Escola de Aviação Militar (Exército) e Aviação Naval (Marinha), por uma comissão de membros do Aero Club de Portugal.

Obras publicadas[editar | editar código-fonte]

  • Noções elementares de Aviação. Lisboa: Papelaria, Livraria e Tipografia Fernandes. 1918.


Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • “Novos Livros: Noções elementares de aviação”. A Capital nº 2910 - 9º ano. Lisboa: Domingo, 27 de Outubro de 1918. (p. 1)
  • MATEUS, Henrique Henriques - Os Primórdios da Aviação em Portugal.

Referências

  1. “Novos Livros: Noções elementares de aviação”. A Capital nº 2910 - 9º ano. Lisboa: Domingo, 27 de Outubro de 1918. (p. 1)
  2. Republica mais “Portugal 1910”

Ligações externas[editar | editar código-fonte]