Onda de calor na Europa de 2018

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
legend
Anomalia térmica no norte da Europa em julho de 2018

A onda de calor e seca na Europa em 2018 foi uma onda de calor invulgarmente quente em diversas regiões da Europa durante a primavera e verão de 2018 e que esteve na origem de diversos recordes de temperatura e incêndios florestais. Foi parte de uma onda de calor mais abrangente que afetou todo o hemisfério norte, causada em parte por correntes de jato mais fracas do que o normal, fazendo com que o ar quente das zonas de elevada pressão permanecesse no mesmo local.[1] Várias regiões foram também afetadas por seca, principalmente no norte e centro da Europa.[2] Em Portugal e Espanha foram registados vários recordes de temperatura em diversas localidades.[3][4][5]

Referências

  1. McKie, Robin (22 de julho de 2018). «The big heatwave: from Algeria to the Arctic. But what's the cause?». The Guardian 
  2. «The record breaking heatwave that is gripping northern Europe». Euronews. 19 de julho de 2018. Consultado em 28 de julho de 2018 
  3. «Europe heatwave: All-time temperature could be broken». BBC News. Consultado em 5 de agosto de 2018 
  4. «Europe heatwave: Spain and Portugal struggle in 40C+ temperatures». BBC News. Consultado em 5 de agosto de 2018 
  5. «Heat Wave Hits Portugal and Spain Producing Near-Record Breaking Temperatures». Time.com. Consultado em 6 de agosto de 2018