Oscilação do Atlântico Norte

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Oscilação multidecadal do Atlântico.
Índices de comparação da Oscilação do Atlântico Norte.

Oscilação do Atlântico Norte, também frequentemente referida por North Atlantic Oscillation ou pelo acrónimo NAO, é a designação utilizada em climatologia, meteorologia e oceanografia física para descrever um fenómeno meteorológico, recorrente no Atlântico Norte, caracterizado por flutuações na diferença ajustada de pressão atmosférica ao nível do mar entre a depressão da Islândia e o anticiclone dos Açores. Através das flutuações na intensidade da depressão da Islândia e do anticiclone dos Açores, este mecanismo controla a força e a direcção dos ventos de oeste sobre o Atlântico Norte e a trajectória das áreas de baixa pressão associadas às tempestades que atravessam o oceano de oeste para leste.[1] A Oscilação do Atlântico Norte faz parte da Oscilação do Ártico e varia com o tempo, sem periodicidade particular conhecida.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Hurrel, James W. (2003). The North Atlantic Oscillation: Climatic Significance and Environmental Impact. [S.l.]: American Geophysical Union. ISBN 9780875909943 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Oscilação do Atlântico Norte


Ícone de esboço Este artigo sobre Meteorologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.