Classe Príncipe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de PC São Tomé)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Classe Príncipe
Origem    Bandeira do país de origem
Nome Classe Príncipe / Classe Maio
Construtor(es) Vários estaleiros
Lançamento 1942
Unidade inicial NRP Príncipe
Unidade final NRP Santa Luzia
Em serviço 1944 - 1970
Operadores US Naval Jack.svg EUA
Naval Jack of Portugal.svg Portugal
Características gerais
Tipo Navio-patrulha
Deslocamento 357 t
Comprimento 52,9 m
Boca 7,04 m
Calado 3,1 m
Propulsão 2 motores Pielstick em linha para cada veiodiesel com 3500 hp e 2 veios
Velocidade 19 nós
Armamento 1 peça de 40 mm
3 peças de 40 mm
1 ouriço antisubmarino
2 calhas para cargas de profundidade
4 morteiros
Tripulação/Equipagem 62

A Classe Príncipe foi a versão portuguesa de uma classe de navios-patrulha construídos nos Estados Unidos entre 1942 e 1944, em plena Segunda Guerra Mundial.

Em 1949, ao abrigo do programa MDAP (Mutual Defense and Assistence Program), a Marinha Portuguesa comprou à Marinha dos Estados Unidos seis navios desta classe, de deslocamento máximo de 357 toneladas para fiscalização dos mares dos Açores, tarefa exercida com as limitações que o mar alteroso do Atlântico Norte impõe.

Mais tarde, encontraram nos mares de Angola, mais especificamente até à latitude de Moçâmedes, o mar adequado para as suas dimensões e características. Com a construção do estaleiro de Sorefame em Angola, todas as unidades foram enviadas para aquele território. Até aí, a inexistência de um estaleiro capaz obrigava ao seu retorno a Portugal para manutenção.

Seriam abatidas entre 1967 e 1970 com mais de 25 anos de serviço.

Além dos navios fabricados nos EUA a Marinha Portuguesa recebeu três navios do mesmo tipo fabricados em França aos quais chamou Classe Maio. Foram ainda recebidos mais cinco navios dos mesmo tipo, construídos em Portugal nos Estaleiros Navais de Viana do Castelo e do Mondego e no Arsenal do Alfeite, os quais também foram integrados na Classe Maio.

Todos os navios das classes Príncipe e Maio receberam os nomes de ilhas portuguesas dos arquipélagos da Madeira, de Cabo Verde e de São Tomé e Príncipe.

Unidades[editar | editar código-fonte]

Nome Observações Número de amura Classe
NRP Príncipe ex-NRP Flores e ex-PC 812 P 581 Príncipe
NRP Madeira ex-PC 811 P 582 Príncipe
NRP Santiago ex-PC 125 P 583 Príncipe
NRP Sal ex-PC 818 P 584 Príncipe
NRP São Tomé ex-PC 1256 P 585 Príncipe
NRP São Vicente ex-PC 1259 P 586 Príncipe
NRP Maio ex-NRP Funchal P 587 Maio
NRP Porto Santo P 588 Maio
NRP São Nicolau P 589 Maio
NRP Brava E.N. Viana do Castelo P 590 Maio
NRP Fogo E. N. Viana do Castelo P 591 Maio
NRP Boavista E. N. Mondego P 592 Maio
NRP Santo Antão Arsenal do Alfeite P 593 Maio
NRP Santa Luzia Arsenal do Alfeite P 594 Maio