Pacto nuclear entre os Estados Unidos e a Índia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde dezembro de 2012). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Pacto Nuclear Estados Unidos-Índia
U.S.–India Civil Nuclear Agreement
123 Agreement
George W. Bush e Manmohan Singh em Nova Déli, 2006.
Esboçado 18 de julho de 2005
Assinado 10 de outubro de 2008
Local Washington, D.C.
Signatários Estados Unidos Condoleezza Rice
Índia Pranab Mukherjee
Partes  Estados Unidos
 Índia
Língua Inglês

O Pacto Nuclear entre os Estados Unidos e a Índia (U.S.–India Civil Nuclear Agreement) foi firmado entre o Presidente estadunidense, George W. Bush, e o Primeiro-ministro indiano Manmohan Singh em 2005, tendo sido assinado posteriormente por Condoleezza Rice e Pranab Mukherjee, em 2008.

O Pacto, aprovado pela Agência Internacional de Energia Atômica, tem por objetivo ampliar a cooperação no desenvolvimento da tecnologia nuclear entre os dois países. Na política externa, este é visto como um divisor de águas nas relações entre os dois países e, de certa maneira, introduziu novo conceito aos esforços pela não proliferação de armas nucleares.

Ícone de esboço Este artigo sobre relações internacionais, diplomacia ou sobre um diplomata é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.