Pagano, o Mordomo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pagano, o Mordomo
Senhor da Transjordânia
Reinado ca. 1126 - ca. 1149
Antecessor(a) Romano de Pódio
Sucessor(a) Maurício
 
Religião cristianismo

Pagano, o Mordomo (em latim: Paganus Pincerna; m. ca. 1149) foi senhor da Transjordânia no Reino de Jerusalém desde ca. 1126. Ele foi primeiro mencionado como mordomo de Balduíno II em 1120. Ele ordenou a construção do Castelo de Kerak que tornou-se sua sede em 1142.

Vida[editar | editar código-fonte]

Pagano foi um dos retentores influentes de Balduíno II. Pouco após ascender ao trono em 1118, Balduíno reorganizou a corte real e nomeou seus partidários aos altos ofícios. Pagano foi mencionado pela primeira vez como mordomo do rei em 1120.[1] Ele substituiu Romano de Pódio como senhor da Transjordânia cerca de 1126.[2] Segundo uma carta real que foi emitida em 1161, Pagano foi o primeiro senhor da Transjordânia, o que implica que Romano manteve apenas a região norte do senhorio.[3]

Hans Eberhard Mayer argumenta que Pagano (citado em 1120) e Pagano de Montreal (citado em 1126) não são idênticos, mas outros historiadores não aceitam sua visão.[3] O Castelo de Montreal foi a sede original do senhorio.[4] Não poderia ter evitado um bando de soldados sírio de cruzar o Jordão e fazer um raide nas terras a oeste do rio.[5] Ele decidiu construir uma nova fortaleza no planalto triangular de Uádi Caraque, que estava localizado mais perto do mar Morto e Jerusalém. Ele transferiu sua sede ao recém construído Castelo de Caraque em 1142.[4][6] Pagano morreu no final da década de 1140[7] e foi sucedido por seu sobrinho Maurício da Transjordânia.[6][8]

Referências

  1. Murray 2000, p. 128.
  2. Murray 2000, p. 228.
  3. a b Milwright 2008, p. 28.
  4. a b Kennedy 1994, p. 45.
  5. Runciman 1989, p. 230.
  6. a b Barber 2012, p. 163.
  7. Barber 1994, p. 106.
  8. Runciman 1989, p. 335.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Barber, Malcolm (1994). The New Knighthood: A History of the Order of the Temple. Cambridge: Cambridge University Press. ISBN 978-1-107-60473-5 
  • Barber, Malcolm (2012). The Crusader States. New Haven, Connecticut: Yale University Press. ISBN 978-0-300-11312-9 
  • Milwright, Marcus (2008). The Fortress of the Raven: Karak in the Middle Islamic Period (1100–1650). Leida: BRILL. ISBN 978-90-04-16519-9 
  • Murray, Alan V. (2000). The Crusader Kingdom of Jerusalem: A Dynastic History, 1099–1125. Oxford: Prosopographica et Geneologica. ISBN 978-1-9009-3403-9 
  • Runciman, Steven (1989). A History of the Crusades, Volume II: The Kingdom of Jerusalem and the Frankish East, 1100-1187. Cambridge: Cambridge University Press. ISBN 0-521-06163-6