Palácio de Darul Aman

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
As ruínas do Palácio Darul Aman, na periferia de Cabul.

O Palácio de Darul Aman ("morada da paz" ou, com duplo sentido, "morada de Aman[ullah]")[1] é um antigo palácio, agora em ruínas devido a constantes guerras, localizado a 16 km do centro da capital Cabul, no Afeganistão. O palácio foi lar da família real afegã e depois sede do exército daquele país.[2]

O palácio foi construído em 1925, sendo completado dois anos mais tarde. Em dezembro de 1968, ele foi parcialmente destruído num incêndio. Quando a monarquia foi derrubada, passou a ser a sede do Ministério da Defesa. Em 1978, foi danificado seriamente durante a Revolução de Saur. Nos anos 90 já estava abandonado, sofrendo mais danos devido a combates e chegou a ser usado por refugiados como abrigo.[3] Em 2005, o novo governo afegão cogitou revitalizar o palácio e utiliza-lo como sede do seu parlamento, mas ataques do Talibã impediram isso.[4]

Em 2016, trabalhos começaram para renovar o palácio, com orçamento estimado entre dez e vinte milhões de dólares, com a estimativa do término do projeto para terminar a tempo do centenário da independência do Afeganistão, em 1919.[5][6] Cerca de 600 toneladas de destroços foram removidos do prédio de 150 salas e na primavera de 2017, os trabalhadores já estavam retirando gesso e concreto das paredes internas.[3] Cerca de 80 engenheiros e arquitetos estavam envolvidos no projeto, dos quais cerca de 25% eram mulheres. Em julho de 2019, a maior parte do principal trabalho de reconstrução do palácio foi concluída.[7]

Em 18 de abril de 2020, uma cerimônia de abertura foi realizada enquanto o palácio era usado como um centro de tratamento e isolamento COVID-19 temporário com 200 leitos durante o pandemia.[8][9]

Referências

  1. Clements, Frank (2003) Conflict in Afghanistan, a Historical Encyclopaedia. ABC-CLIO, Santa Barbara, ISBN 1-85109-402-4.
  2. "The Shattered Remains of Afghanistan’s Versailles". Página acessada em 8 de abril de 2014.
  3. a b «Saving an Afghan Symbol, With Afghans Only». The New York Times. Consultado em 6 de abril de 2017 
  4. «Taliban strike across Afghanistan in 'spring offensive'». BBC News. 16 de abril de 2012 
  5. «Feature: Afghan former king's reconstructed palace beautifies Kabul landscape». Xinhua. 10 de agosto de 2019. Consultado em 26 de janeiro de 2021 
  6. «Renovation of Darul Aman Palace To Resume In Spring - TOLOnews» 
  7. «Afghan palace emerges from ruins as centenary nears». Arab News. 16 de agosto de 2019. Consultado em 26 de janeiro de 2021 
  8. «COVID-19 Cases Reach 933 in Afghanistan». TOLOnews (em inglês). Consultado em 16 de maio de 2020 
  9. «Afghanistan turns iconic palace into isolation facility». www.aa.com.tr. Consultado em 16 de maio de 2020 
Ícone de esboço Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.