Pando (árvore)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Pando ou gigante trémulo (em inglês: The Trembling Giant[1])foi o nome dado a uma colónia clonal da espécie Populus tremuloides localizada no estado de Utah, Estados Unidos, surgida a partir de um único álamo-trémulo masculino (Populus tremuloides). A partir de marcadores genéticos foi determinado que toda ela forma parte de um único organismo vivo[2] com um sistema massivo de raízes subterrâneas. Estima-se que a planta pese de forma coletiva aproximadamente 6615 toneladas,[3] o que a converte no organismo vivo mais pesado da Terra que se conhece.[4] O sistema de raízes de Pando é considerado como estando entre os organismos vivos mais antigos do mundo, com uma idade aproximada de 80 000 anos.[5] embora o método utilizado para esta estimativa (uma estimativa feita quando as condições climáticas eram menos propícias para a germinação) não esteja suportada pela evidência atual de germinação.[6]

Troncos da colónia clonal Pando

A colónia clonal ocupa 43 hectares, pesando cerca de 6000 toneladas, e conta com 40 milhares de troncos, que morrem individualmente e são substituídos por novos a partir das raízes.[7] A idade média dos troncos é de 130 anos, como indicado pelos anéis de crescimento anual. As raízes têm 90000 anos de idade.[8]

Nome[editar | editar código-fonte]

O nome "Pando" foi escolhido porque é o termo em latim para a primeira pessoa do singular do indicativo do verbo "espalhar",[1][9] enquanto que o termo mais popularizado de "gigante trémulo" está relacionado com o nome científico do Populus tremuloides: álamo-trémulo, cujas folhas se agitam frequentemente.


Referências

  1. a b Michael C. Grant (1993). «The Trembling Giant». Discover (em inglês). 14 (10). Consultado em 8 de outubro de 2006 
  2. Pando, Serviço Nacional de Parques dos E.U.A.
  3. Junta Diretiva do Meio Ambiente da OCDE (2000). «Consensus Document on the Biology of Populus L. (Poplars)». Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (em inglês). Consultado em 8 de outubro de 2006 
  4. Genetic Variation and the Natural History of Quaking Aspen, Jeffry B. Mitton; Michael C. Grant, BioScience, Vol. 46, No. 1. (Jan., 1996), pp. 25-31.
  5. Quaking Aspen, Serviço de Parques Nacionais de Bryce Canyon
  6. Sistema de informação sobre os efeitos do fogo do Serviço Florestal dos E.U.A.: Populus tremuloides botanical and ecological characteristics
  7. «Pando». USDA Forest Service. Consultado em 24 de agosto de 2013 
  8. «Quaking Aspen». US National Park Service. Consultado em 24 de agosto de 2013 
  9. Divulgação Informativa de Desenvolvimento e Investigação, Serviço Florestal do Departamento de Agricultura dos E.U.A. (1999). «Quaking in Their Roots: The Decline of Quaking Aspen». Departamento de Agricultura dos E.U.A. Natural Inquirer. 2 (1): 7–11. Consultado em 8 de outubro de 2006